KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Uma igreja cheia de arte

A catedral de 800 anos de Linköping fica em uma praça modesta com árvores baixas. Graças à sua torre de 107 metros de altura, a igreja pode ser vista de qualquer lugar na cidade. O que torna esta igreja realmente especial é que, além de sua dedicação ao divino, também abriga arte maravilhosa. Uma das obras de arte em exposição é um tríptico do século 16 do pintor holandês Maarten van Heemskerck.

A catedral de Linköping é a igreja medieval mais impressionante na Suécia. Onde agora está a igreja houve antes uma igreja de madeira construída no século 11. Ela foi substituída por uma estrutura de pedra. A construção da atual igreja começou em 1230 e foi concluída em 1520. O carrilhão e a extensão ocidental foram adicionados em 1885. O telhado foi restaurado várias vezes, mais recentemente em 1967. Ele é feito de cobre, mas a corrosão criou uma tonalidade verde.

A entrada gótica da catedral
A entrada gótica da catedral

Linköping

Uma árvore de vida dentro da igreja

Ao entrar na igreja de alto abobadado e um pouco simples, dê uma olhada na obra de arte do lado esquerdo. A fina “Árvore da vida” é feita de prata, ouro e vidro, e foi projetada por Carl-Gustav Jansson, Jan Ostwald e Torbjorn Vogt. A obra de arte é especialmente bonita à noite, quando a luz da vela cintilante se reflete nas 150 folhas e diferentes tipos de frutas da árvore, uma referência a diferentes valores internos.

Em 2010, o artista de vitrais Brian Clarke embelezou a igreja ainda mais acrescentando algumas janelas coloridas perto do altar. Quando a luz atinge a janela, os painéis de vidro colorido lançam todas as cores do arco-íris sobre as paredes da igreja. O artista está convencido de que seu vitral traz à tona o lado humano dos visitantes da igreja. Clarke não é um artista desconhecido, suas obras de vitrais estão em exibição em todo o mundo e seus amigos pessoais incluem Mick Jagger e Paul McCartney.

A árvore da vida na catedral de Linköping
Vitral do artista Brian Clarke

Arte holandesa na igreja

A igreja apresenta um tríptico do pintor holandês Maarten van Heemskerck (1498-1574). Van Heemskerck pintou principalmente retratos e imagens religiosas. Ele trabalhou por um tempo no estúdio Haarlem do famoso pintor Jan van Scorel. Depois de completar seu aprendizado com Van Scorel, Van Heemskerck viajou para a Itália, onde viveu de 1532 a 1536. Embora este período tenha influenciado muito o seu estilo, ele nunca esqueceu suas raízes holandesas. Durante 40 anos, o tríptico de Alkmaar esteve pendurado em uma igreja holandesa, até que o rei sueco Johan III o comprou para a catedral. A obra de arte tem 5,70 metros de altura e 8 metros de largura quando os painéis estão abertos.

Tríptico do pintor do século 16 Maarten van Heemskerck

Créditos das fotos

  • A árvore da vida na catedral de Linköping: John Blyberg, Flickr
  • Vitral do artista Brian Clarke: Manuela Hutter, Flickr
  • Tríptico do pintor do século 16 Maarten van Heemskerck: schilderijen.nu