KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Um santuário único em Helsínquia

Bem no coração do bairro de Etu-Tӧӧlӧ em Helsínquia, emerge do solo rochoso uma cúpula de cobre com uma aparência quase extraterrestre. Escondida debaixo dela fica uma estrutura única, a Igreja Temppeliaukio. A igreja é talhada na rocha, o que explica sua alcunha “A Igreja de Pedra”. Esta igreja fascinante goza de fama internacional, como o exemplo supremo da arquitetura finlandesa.

Em 1906, o Conselho Municipal decidiu que a igreja deveria ser construída em um terreno acidentado no final de Fredrikinkatu, uma das principais ruas de Helsínquia. O processo do projeto foi cheio de desafios: depois de um concurso inicial de design, o júri não ficou inteiramente satisfeito com as propostas. A segunda tentativa de escolha do projeto vencedor falhou logo nas etapas iniciais devido à eclosão da Segunda Guerra Mundial. Mas a terceira tentativa foi definitiva, e a igreja de pedra foi por fim concluída em 1969.

A cúpula da Igreja Temppeliaukio
A cúpula da Igreja Temppeliaukio

Helsinque

Velas sobre as paredes de pedra

Um projeto de vanguarda

Em 1961, os irmãos arquitetos finlandeses Timo e Tuomo Suomalainen apresentaram o projeto vencedor. O júri considerou a ideia “completamente original” e ficou satisfeito com a proposta na qual a rocha original podia até certo ponto ser mantida no mesmo lugar. No entanto, os habitantes de Helsínquia não ficaram tão entusiasmados com o projeto e preferiam uma capela tradicional. A “Igreja de Pedra” lembrava muito uma mesquita ou até um “bunker diabólico”. Devido à oposição, a construção só teve início em 1968. Quando por fim ficou pronta e foi inaugurada, um ano depois, não passou muito tempo até que Temppeliaukio fosse acolhida por todos, e a igreja se tornou um dos pontos altos da cidade.

Design do árido Norte

O desenho nórdico é famoso por sua simplicidade e minimalismo. O interior da Igreja Temppeliaukio é um ótimo exemplo disso. Como as pedras servem de parede e foi incorporado muito granito ao interior, a natureza ganha destaque. As numerosas janelas na cúpula criam uma linda interação entre luz do sol e sombra.
Incidência natural de luz através das 180 janelas da cúpula
O teto acústico da igreja

Um tour arquitetônico

Helsínquia é imperdível para os amantes de arquitetura. Modernismo, funcionalismo e a maior concentração de construções Art Nouveau da Europa do Norte – a cidade tem de tudo. Passeie entre os pontos altos da arquitetura, seguindo um mapa especial de caminhada que pode ser comprado no escritório de informações turísticas: Tourist Information. Ou simplesmente tome o bonde linha 4, que passa praticamente por cada construção de interesse na cidade.