KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Akershus: um imponente forte no Oslo Fjord

Estrategicamente localizado em uma rocha acima do Oslo Fjord, o Forte Akershus cuidava da segurança do Rei Håkon V e seus súditos noruegueses na idade Média. Akershus ainda é uma base militar, motivo pelo qual você verá adolescentes, com penas espessas em suas cabeças, patrulhando o lugar. O forte é aberto ao público. Visitantes estrangeiros aprendem mais sobre sua história aqui, enquanto os moradores locais passeiam pela área.

A moderna prefeitura, anfitriã anual da entrega do Prêmio Nobel da Paz, parece querer roubar a cena em Oslo, mas com a ultramoderna Opera House, uma nova concorrente se uniu à competição. Entretanto, o imponente Forte Akershus vem dominando o horizonte ao longo do Oslo Fjord há 7 séculos. A construção do Akershus começou em 1299 para repelir invasões da provocadora Suécia. Hoje em dia, o lugar possui uma atmosfera muito mais tranquila: moradores locais levam seus cachorros para passear e turistas apreciam as lindas vistas do porto. Shows ao ar livre também acontecem aqui.

De baluarte medieval a palácio da Renascença

Os edifícios angulares, torres pontiagudas e muralhas com metros de grossura parecem completamente medievais, mas o interior do forte é menos severo. Depois de todos os tipos de invasões e de ter defendido incontáveis balas de canhão, tempos mais calmos chegaram. O Rei Christian IV se aproveitou disso e transformou o castelo em um palácio da Renascença com salões majestosos.
O complexo, que agora vai mais além dos muros do forte, ainda abriga instalações militares e também funciona como quartel general do Ministério da Defesa. Quando não há visitas de estado, cerimônias militares ou outros eventos oficiais, os visitantes são bem-vindos às masmorras, salões reais e capela do castelo. É sempre possível fazer um tour autoguiado, mas aqueles que quiserem saber mais sobre os 700 anos de história do forte devem fazer um tour guiado.

Abundância de verde ao redor de Akershus

Fazer piqueniques em um lugar de execuções

Atualmente, é um lugar bastante popular para se visitar, mas muito sangue foi derramado dentro e ao redor do forte com o passar dos anos. Durante a Segunda Guerra Mundial, os soldados da resistência norueguesa foram executados por um pelotão de execução nazista, e a mesma coisa aconteceu com seus aliados depois da guerra. Nunca se sabe… As paredes do forte, cobertas por grama verde, são perfeitas para caminhar ou fazer piqueniques enquanto desfruta de vistas panorâmicas do porto e da cidade. Há 2 museus para serem visitados. No verão, há um café no lado de fora do local, onde você poderá desfrutar de uma boa xícara de café, sanduíches ou cervejas geladas.

“Durante a Segunda Guerra Mundial, soldados da resistência foram executados aqui – e depois da guerra, o mesmo aconteceu com os aliados”