KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Jantar art déco no La Coupole

O grande toldo vermelho do La Coupole, no boulevard Montparnasse, chama a atenção imediatamente. Nessa típica brasserie parisiense, as ostras e os frutos do mar são atrações à parte, assim como a extraordinária e variada clientela. Esse estabelecimento famoso era um local muito badalado no início do século 20, e muitos artistas famosos, como Dalí, Picasso e Man Ray, eram clientes assíduos.

Pegar uma mesa na calçada para tomar um xícara do maravilhoso café ou uma cerveja gelada é uma ótima forma de observar o vaivém dos parisienses. Depois que você entra no restaurante, logo percebe por que ele é conhecido como a joia art déco de Montparnasse: as mesas são cercadas por colunas com pinturas belíssimas e mosaicos cubistas. Esse restaurante concorrido não aceita reservas, mas a espera por uma mesa vale a pena.

Interior da La Coupole

A decoração

O conceito para La Coupole foi desenvolvido por Ernest Fraux e seu cunhado, René Lafon, que queriam criar o melhor restaurante de Paris. La Coupole abriu as portas no final de 1927 e sua decoração não mudou quase nada. Características distintas do estilo art déco estão por toda parte, como o uso frequente de cores e uma combinação de materiais como madeira e vidro. As muitas colunas foram cobertas com pinturas extraordinárias de grandes artistas da época, como Marc Chagall e Louis Latapie. O domo no meio do restaurante é mais recente: em 2008, quatro artistas foram contratados para pintar um quarto do domo cada um. O espaço embaixo do domo era ocupado por uma grande fonte na qual muitas pessoas famosas refrescavam os pés. Nesse local, foi colocada uma das obras-primas do escultor francês Louis Derbré.

The celebrities

La Coupole ainda atrai celebridades. No site do restaurante, você pode encontrar uma lista alfabética de todos os clientes famosos. O fotógrafo Robert Doisneau, por exemplo, costumava ocupar a mesa 87, e Pablo Picasso sempre aparecia para jantar com outros artistas. Simone de Beauvoir usou o La Coupole como cenário para o romance A convidada.

Entrada de La Coupole

A comida

Com tanta beleza em volta, você pode até esquecer que veio aqui para comer. Felizmente, o cardápio é tão interessante quanto a decoração. Os peixes servidos, entre os melhores de Paris, são expostos no próprio restaurante. O chef Jean-Philippe Bourgueil sabe como surpreender os clientes. Camarões em masa folhada com especiarias frescos, curry indiano com cordeiro Label Rouge, língua ensopada… todos os pratos equilibram originalidade e tradição.

Curry La Coupole

Créditos das fotos

  • Interior da La Coupole: La Coupole
  • Entrada de La Coupole: LPLT, Wikimedia.org
  • Curry La Coupole: La Coupole