KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

As três principais barreiras de corais de Aruba

Deslizar tranquilamente por um mundo submarino tranquilo e cheio de surpresas… depois que o “bichinho do mergulho” pega você, é um caminho sem volta. Experimente mergulhar nas águas cristalinas caribenhas de Aruba para ver uma quantidade inimaginável de cores. As barreiras de corais, especialmente, parecem ser de outro planeta.

As barreiras de corais costumam ser chamadas de “florestas do oceano” porque estão entre os ecossistemas mais diversos do planeta. A terminologia usada na floresta às vezes é adaptada de forma literal. O peixe-papagaio, uma espécie muito comum na águas de Aruba, é um bom exemplo disso. Às vezes, é possível ouvi-los comer os corais com seus “bicos”. O número de barreiras de corais a serem exploradas em Aruba é enorme, mas há três que se destacam.

Um choque cultural em Technicolor
Um choque cultural em Technicolor

Aruba

Cara a cara com um tubarão-lixa

Mangel Halto

Mangel Halto é conhecido como um dos melhores lugares de Aruba para mergulhar e fazer snorkel. Ao passar desse recife raso, você encontrará um ecossistema incrível e muito diversificado com gorgôneas, anêmonas e esponjas. Ao redor dessas espécies, há milhares de peixes: perciformes, roncador-canários, castanhetas-das-rocas, arraias… uma lista interminável. Em águas mais profundas, você encontrará polvos, moreias, tubarões-lixa e barracudas. Se tiver sorte, talvez você veja as graciosas tartarugas marinhas nadando até a costa para desovar nas praias na primavera.

Boca Catalina

Boca Catalina e Catalina Cove, que está próxima, são excelentes opções para iniciantes. Esse pequeno paraíso para o snorkel fica localizado no extremo norte da ilha. O mar ali é calmo e raso. Mergulhar com snorkel não pode ser mais fácil: entre no mar na praia de Boca Catalina e deixe que a corrente o leve até o coral. Você passará por esponjas e estrelas-do-mar de todas as cores imagináveis, cardumes enormes de castanhetas-das-rocas, cirurgiões-de-sohal e peixes-papagaio até chegar até Catalina Cove.

Castanheta-das-rocas
Baby Beach: perfeita para iniciantes

Recife Santana

O Recife Santana é, provavelmente, a área para mergulho e snorkel mais “pura” de Aruba. Embora não seja recomendado para iniciantes, qualquer pessoa com experiência pode aproveitar este local único. As áreas mais profundas estão praticamente intocadas. Além dos peixes do coral, você verá diversas espécies que vêm do oceano. Cuidado: a correnteza pode ser forte. Os iniciantes devem rumar para a Baby Beach, a meio quilômetro de distância.