KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

A praça mais movimentada da Austrália

A Federation Square (Praça da Federação) foi inaugurada em 2002 para celebrar o centenário da Federação Australiana. Situada entre o Central Business District (CBD / Distrito Financeiro Central) e o South Bank (Margem Sul) de Melbourne, a praça é um tributo à arte e à cultura do país. Sua construção resultou num verdadeiro renascimento do centro de Melbourne, que continua ainda hoje.

A Federation Square tornou-se em um lugar popular para todo tipo de reunião, performance e festival – mais de 2 mil eventos por ano acontecem aqui. Um telão permanente exibe importantes jogos de futebol e tênis. Durante a Melbourne's Fashion Week, imagens de top models em saltos altos enchem a tela.

Pátio na Federation Square
Pátio na Federation Square

Melborne

Um design polêmico

Antes da construção da praça, a área havia sediado um mercado de peixe, um centro empresarial e uma estação de triagem. Trilhos de bonde separavam o centro da cidade das margens do Rio Yarra. Finalmente, decidiu-se ocultar os trilhos no subsolo, sob uma grande praça. Parece simples, mas todo o empreendimento revelou-se extremamente complicado; foi o projeto mais ambicioso já realizado pelo Estado de Victoria.

A construção, que acabou custando 295 milhões de euros, teve início em 1998 e rapidamente tornou-se tema de muitos debates públicos acalorados. Os moradores conservadores criticaram fortemente o projeto, enquanto a comunidade internacional de design não lhe poupou elogios. Os opositores argumentaram que a praça ficaria vazia devido à sua localização perto do enfadonho centro comercial. Ficou provado que eles estavam errados: a atividade na Federation Square revitalizou todo o centro de Melbourne.

Os trilhos desapareceram sob a praça
Quase sempre há alguma coisa acontecendo

Arte e cultura

Além de comer e beber nos inúmeros cafés e restaurantes, você também pode visitar o Ian Potter Centre, dedicado à arte australiana. Várias galerias focam o trabalho do povo aborígene e dos nativos das ilhas no Torres Strait (Estreito de Torres), entre a Austrália e a Nova Guiné. O Australian Centre for the Moving Image (ACMI) exibe imagens em movimento sob todas as suas formas.

+ Ler mais

The Australian Centre for the Moving Image (Centro de Imagem em Movimento)

Veja no mapa

Federation Square, Melbourne

Créditos das fotos

  • Quase sempre há alguma coisa acontecendo: Bernhard Richter, Shutterstock
  • The Australian Centre for the Moving Image (Centro de Imagem em Movimento): eddixendersson, Flickr