KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Central Park: o coração verde de Nova York

No meio de Manhattan repousa o coração verde da cidade: o Central Park. Esse parque gigantesco oferece áreas para piquenique, playgrounds, riachos e quadras de esporte. Este é o lugar, no meio da cidade movimentada, onde os nova-iorquinos vêm esfriar a cabeça. Aos domingos, as ruas dentro do parque ficam fechadas e os patinadores, ciclistas e corredores ficam com o lugar só para si.

Entre 1821 e 1855, o número de habitantes de Nova York quadruplicou e surgiu a necessidade de um grande parque público. Passaram-se 16 anos até que o Central Park fosse inaugurado, em 1871, mas hoje ele é uma das áreas mais agradáveis da cidade. Durante todas as 4 estações do ano, o Central Park é uma atração popular entre turistas e habitantes.

A vista do Central Park
A vista do Central Park

Nova Iorque

Patinando com Nova York ao fundo

O vibrante Central Park

O parque é intensamente utilizado o ano inteiro. No verão, o parque sedia muitos concertos (Summerstage) e peças de teatro (Shakespeare in the Park). Os festivais de cinema também atraem multidões que assistem aos filmes em telões ao ar livre. Traga uma manta e alguns petiscos e desfrute de uma tarde amena de verão. No inverno, milhares de nova-iorquinos calçam seus patins de gelo para uma volta num dos dois ringues de patinação do parque: o Wollman Rink e o Lasker Rink. O Wollman Rink serviu de cenário para muitos filmes. Não há nada mais romântico que patinar com a vista do skyline de Nova York.

Lugares especiais no parque

Um dos lugares mais conhecidos e visitados no parque é Strawberry Fields, o monumento em homenagem ao Beatle John Lennon. O mosaico com a letra de “Imagine” (um dos maiores sucessos solo de Lennon) fica diretamente em frente ao edifício Dakota na Rua 72nd West. Lennon tinha um apartamento nesse prédio e foi assassinado na portaria em 1980.
A estátua de bronze de Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland) também atrai muitos (jovens) visitantes. Ela mostra Alice e uma série de outros personagens da famosa fábula, como o Coelho Branco e o Chapeleiro Maluco. A estátua foi desenhada em 1959 para que as crianças pudessem vivenciar a encantadora história de Lewis Carroll. Ao contrário de outros monumentos, as crianças podem subir na escultura e explorá-la à vontade! Buscando mais romance? Reserve uma gôndola e pedale no lago com seu amor.

Estátua de bronze de Alice no País das Maravilhas

Vista aérea do parque

Quando se está dentro do parque, é difícil perceber como o Central Park é realmente grande. Qualquer pessoa que não esteja hospedada no Plaza Hotel à beira do parque também pode ter uma vista privilegiada do parque se visitar o mirante Top of the Rock. Um elevador leva rapidamente os visitantes para o mirante na cobertura do Rockefeller Center. Visite o observatório durante o dia: à noite, o parque é um grande buraco negro entre as luzes cintilantes de Manhattan.

Vista do Rockefeller Center

Créditos das fotos

  • Estátua de bronze de Alice no País das Maravilhas: Jorg Hackemann