KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Suba na cúpula de vidro do Reichstag

Uma das atrações mais populares de Berlim, o Reichstag, é aberto à visitação pública gratuitamente. Por muitos anos, essa construção monumental foi usada para outros fins, mas desde a reunificação alemã, o prédio voltou a ser a sede do parlamento. E que prédio espetacular! Depois de uma grande reforma conduzida pelo arquiteto Norman Foster, a famosa cúpula de vidro oferece uma vista de 360º graus da cidade. Uma coluna de espelhos ilumina o salão principal do parlamento.

Quando o Reichstag foi reaberto, em 1999, a cúpula de vidro de 8.000 toneladas e 40 metros de diâmetro gerou muita controvérsia. Norman Foster recriou a cúpula original, destruída por um incêndio em 1933, com vidro como uma metáfora da transparência da democracia. É possível ver o salão central do parlamento pela cúpula de vidro. Ou seja, o povo alemão pode ficar de olho nos seus representantes eleitos. Os visitantes não podem entrar livremente no parlamento, mas o Reichstag atrai aproximadamente dez mil visitantes por dia.

O misterioso incêndio no Reichstag em 1933

O famoso incêndio de 27 de fevereiro de 1933 que destruiu o Reichstag, marcou o início de um período durante o qual o prédio deixou de ser o parlamento alemão; um período que durou seis décadas. O comunista holandês Marinus van der Lubbe, acusado de ser o causador do incêndio, foi condenado e decapitado. No entanto, dúvidas sobre sua culpa não demoraram a aparecer. O debate continuou por décadas após a morte de Van der Lubbe, que foi inocentado e perdoado em 2007.
A identidade do verdadeiro criminoso ainda é um mistério, mas há várias teorias conspiratórias. Alguns dizem que o incêndio foi ordenado por Hermann Göring, ministro nazista e presidente do Reichstag. O fato é que o incêndio beneficiou muito os nazistas, que tinham acabado de conquistar o poder. Hitler culpou os comunistas, declarou um estado de emergência e ordenou a prisão de membros da oposição em todo o país. Novas eleições foram convocadas, e o partido nazista NSDAP obteve a maioria dos votos. Hitler mudou a constituição, concedendo a si mesmo poderes absolutos, o que marcou o início do Terceiro Reich. Para Hitler, o incêndio no Reichstag foi uma dádiva dos céus.

“O comunista holandês Marinus van der Lubbe foi condenado pelo incêndio no Reichstag”

1989, ainda sem a cúpula de vidro

De volta a Berlim

Depois da Segunda Guerra Mundial, o que sobrou do Reichstag ficou bem ao lado do muro, no lado oriental. Bonn passou a ser a nova capital da Alemanha Ocidental e por mais de meio século o prédio deixou de ter sua função original. Depois da reunificação alemã, em 1990, Berlim voltou a ser a capital do país. E, obviamente, o Reichstag foi restaurado e se tornou a sede do parlamento.

+ Ler mais

O Reichstag é um ponto turístico popular

Três formas de visitar o Reichstag

Para visitar o Reichstag, você precisa se cadastrar com antecedência. O cadastro pode ser feito online até dois dias antes da visita no site www.bundestag.de ou até duas horas antes no centro de atendimento em Scheidemanstraße. Visitas guiadas podem ser agendadas online no mesmo site. Para reservar uma mesa no restaurante ao lado da cúpula, ligue para +49 30 2262 9933 ou envie um e-mail para kaeferreservierung.berlin@feinkost-kaefer.de. A cúpula e o terraço ficam abertos diariamente das 8 à meia-noite. É possível entrar até as 22. A entrada é gratuita.

Créditos das fotos

  • 1989, ainda sem a cúpula de vidro: Romtomtom, Flickr