KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Design dinamarquês: simples e elegante

Com razão, os dinamarqueses se orgulham de seu principal produto de exportação: o design dinamarquês. Linhas bem-definidas e formas simples criam peças adoradas por sua simplicidade e classe. A fama mundial do design dinamarquês está apoiada no princípio de que a “forma segue a função”.

Tudo começou nos anos 1950. Os designers dinamarqueses combinaram a simplicidade e a funcionalidade com várias tecnologias novas que permitiram a produção em larga escala. De móveis e utensílios de cozinha a bicicletas e aparelhos eletrônicos, as criações atemporais dos dinamarqueses são extremamente populares. Ícones do design dinamarquês, como as cadeiras The Egg™ e The Swan™ de Arne Jacobsen e a luminária Artichoke Lamp™ de Poul Henningsen, são produzidos há décadas. Um passeio pela estilosa Copenhague, o berço do design dinamarquês, revela criações magníficas em locais surpreendentes.

A famosa poltrona The Egg™ por Arne Jacobsen
A famosa poltrona The Egg™ por Arne Jacobsen

Copenhague

Inovação dinamarquesa a pé

O Tivoli é um excelente ponto de partida para explorar Copenhague. Diversão garantida para crianças e adultos, esse parque temático tem montanhas-russas de madeira e carrosséis coloridos para crianças, além de obras de Poul Henningsen para os conhecedores. Esse arquiteto e designer pioneiro instalou 2.000 lanternas, que giram ao redor de seu eixo devido a pequenos motores, em volta do lago do Tivoli.

Atrás do Tivoli, fica o Radisson Blu Royal Hotel, considerado o primeiro hotel de design do mundo. Tanto o interior como o exterior do prédio se nota a mão de Arne Jacobsen, um dos fundadores do design dinamarquês. As famosas cadeiras The Egg™ e The Swan™ foram criadas especialmente para o hotel. A decoração original do quarto 606 foi preservada em homenagem a Jacobsen. Para apreciar o estilo de Jacobsen por uma noite, tome um drinque no elegante bar do hotel.

A rua Bredgade é o local ideal para quem gosta de design. Essa rua abriga vários antiquários charmosos especializados em criações de designers dinamarqueses, como Georg Jensen e Hans Wegner. Bredgade também é o endereço da famosa casa de leilões Bruun Rasmussen e do Museu do Design. Esse museu possui um acervo de objetos industriais de todo o mundo, incluindo obras dinamarquesas de Kaare Klint, Poul Henningsen e Arne Jacobsen. Repare nas luminárias no café do museu: elas são réplicas da clássica Fruit Lamp de Klint.

+ Ler mais

Legolândia, próxima a Billund

Pecinhas divertidas

As divertidas pecinhas de LEGO são outra invenção dinamarquesa. Vendidas no mundo todo, elas foram inventadas na pequena cidade de Billund, onde um carpinteiro criou pequenas pecinhas de madeira para complementar sua renda. Ele chamou as pecinhas de LEGO, uma contração da expressão dinamarquesa leg godt (brinque bem). As pecinhas caíram no gosto popular rapidamente. O parque temático Legoland, com montanhas-russas e maravilhosas construções feitas de LEGO, fica perto de Billund.

Casa de Ópera moderna

Casa de Ópera moderna

No bairro de Holmen, em frente ao complexo do Palácio de Amalienborg, fica a Casa de Ópera de Copenhague. Essa obra de arte foi um dos trabalhosos mais difíceis para o arquiteto Henning Larsen, mas atualmente é considerada uma das casas de ópera mais modernas do mundo. A ideia era desenhar um prédio inovador e durável, mas com baixo custo de manutenção. Os contornos claros, feitos com vidro, calcário e metal, fazem da Casa de Ópera um exemplar atemporal do design dinamarquês. Sem falar na localização privilegiada às margens do antigo porto.