KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Fuja para Point Reyes

Uma viagem para fora da cidade cruzando a Golden Gate Bridge leva você por paisagens completamente diferentes. Falésias acidentadas, belíssimos campos verdes e uma diversidade de vida silvestre: bem-vindo a Point Reyes National Seashore, um parque com incontáveis trilhas de ciclismo e caminhada e um litoral de 130 quilômetros de comprimento, para aproveitar a brisa fresca do mar. E tudo isso a um pulo da cidade.

O Presidente John F. Kennedy declarou Point Reyes um Parque Nacional em 1962. Além de sua beleza natural, o parque tem também uma importância histórica. Há cerca de 5 mil anos, este era o lar dos índios Coast Miwok. Conta-se que o explorador inglês, Sir Francis Drake, desembarcou aqui em 1579 e colocou Point Reyes no mapa.

Point Reyes National Seashore
Point Reyes National Seashore

São Francisco

Um farol no nevoeiro

Point Reyes é conhecido como um dos lugares mais cheios de nevoeiro nos Estados Unidos da América. No verão, o nevoeiro torna-se tão denso que a visibilidade não passa de alguns poucos metros – por isso o farol. Por mais de um século, o farol irradiou sua luz sobre as ondas do oceano, mas foi substituído por uma iluminação automatizada em 1975. O velho farol é agora uma das mais famosas atrações de Point Reyes. Uma escada com 310 degraus conduz a uma ponta rochosa que é o ponto mais ocidental do parque. Nos meses de abril, maio e junho, este é o lugar perfeito para avistar baleias ao longo da costa, em sua migração para o norte.

O farol de Point Reyes
Rebanho de alces norte-americanos (Tule Elk) em Tomales Point

Um alce raro

Uma seção exclusiva do parque é a Tule Elk Preserve em Tomales Point, onde circula um grande rebanho do raro alce norte-americano tule. Essa espécie foi praticamente extinta em fins do século XIX. Em 1978, um pequeno rebanho foi introduzido em Tomales Point, e a partir daí os alces se multiplicaram rapidamente. Existem hoje 450 alces vivendo em Point Reyes National Seashore. Julho, agosto e setembro são meses de acasalamento, quando voluntários esclarecem os visitantes curiosos sobre o alce e seus hábitos.

O litoral de Point Reyes

Cachoeiras e piscinas naturais

Com o vento constante e as temperaturas da água que raramente ultrapassam os 10 graus Celsius, o banho de sol não é particularmente recomendado aqui. É melhor concentrar-se na natureza, já que ela oferece paisagens lindas de tirar o fôlego. Cada praia tem seus próprios destaques. Na Wildcat Beach, por exemplo, duas cachoeiras caem da falésia diretamente no oceano, e na Palomarin Beach, há uma quantidade de piscinas naturais a explorar durante a maré baixa, cheias de peixes coloridos. Nunca foi tão variado passear pela praia!

As Alamere Falls em Wildcat Beach