KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Capital da moda da Escandinávia

Os estilosos habitantes de Copenhague provam que a cidade é a capital da moda da Escandinávia. A roupa desempenha um papel importante na vida dos habitantes de Copenhague, que usam criações estilosas e quentes para enfrentar o clima frio. A indústria da moda cresce como nunca na Dinamarca, e há diversos talentos despontando.

Com feiras de moda internacionais e a Copenhagen Fashion Week, a Dinamarca ocupa uma posição de destaque na indústria da moda. Chique, funcional e com um toque rústico, a moda dinamarquesa é refinada, mas usável. As criações elegantes dos estilistas dinamarqueses são caracterizadas por materiais de alta qualidade e cores naturais. Nomes famosos incluem InWear, Huset Sand e ONLY. Sem contar outras marcas de pequeno porte que estão ganhando o mundo. Como era de se esperar, a capital é o lugar perfeito para descobrir as lojas de talentos promissores.

Copenhague, a cidade da moda
Copenhague, a cidade da moda

Copenhague

Estampas marcantes de Stine Goya

Individualismo renovado

Na rua Nørrebrogade, no centro de Copenhague, fica localizada a loja de Stine Goya. Essa jovem dinamarquesa já foi modelo e estudou moda antes de lançar sua própria linha de roupas em 2006. Suas cores vivas e estampas marcantes se destacam no mercado da moda dinamarquês. Cada peça tem um estilo único e uma pegada dramática. A palavra que define o estilo de Stine Goya é individualismo, e os jovens dinamarqueses adoram suas criações.

+ Ler mais

Veja a localização no mapa

Stine Goya, Nørrebrogade 45 B, 2200 Copenhagen, Denmark

Roupas divertidas

O centro de Copenhague é o quartel-general de Rikke Baumgarten e Helle Hestehave, as estilistas por trás da Baum und Pferdgarten. As criações da dupla mesclam os universos masculino e feminino, são minimalistas e extravagantes, brilhosas e sóbrias. Seja com estampas divertidas, colares exagerados ou botões excepcionais, as roupas da Baum und Pferdgarten sempre incorporam um elemento de humor. A loja é um lugar maravilhoso para experimentar roupas clássicas e criações coloridas e divertidas, que podem ser combinadas de diversas formas.

+ Ler mais

Baum und Pferdgarten busca os contrastes

Veja a localização no mapa

Baum und Pferdgarten, Vognmagergade 2, 1120 Copenhagen, Denmark

O Bredgade

Vestidos de contos de fadas sustentáveis

Entrar na loja Trash-Couture, na rua Bredgade, em Copenhague, é como entrar em um mundo de contos de fadas com rendas, babados e seda brilhosa. Essa marca de roupas com pegada artística usa sobras de tecido de marcas sofisticadas em suas coleções. Pedaços de seda natural são combinados a sobras de tecido e costurados à mão. O resultado é uma linha de roupas com vestidos de noite, de coquetel e de noiva únicas. Devido ao processo criativo sustentável, os vestidos da Trash-Couture atingiram o status de Cult entre os fashionistas.

+ Ler mais

Alta-costura de Peter Ingwersen

Mais informações

Os estilistas dinamarqueses estão entre os maiores expoentes da moda étnica. Peter Ingerwersen é um dos nomes de maior destaque nessa vertente e sua marca Noir se destaca no cenário dinamarquês. As criações da Noir são feitas com materiais de comércio justo e ecologicamente corretos. O algodão vem de Uganda e é tecido na Turquia antes de ser transformado em maravilhosas criações de alta costura. Sustentabilidade e estilo andam lado a lado na Noir: a coleção inspirada no rock and roll brilha na passarela graças às cores metálicas e à modelagem bem-cortada.

Créditos das fotos

  • Estampas marcantes de Stine Goya: Metz, Flickr
  • Baum und Pferdgarten busca os contrastes: Anton Dijkgraaf - Travel Affairs / Hollandse Hoogte
  • O Bredgade: Payton Chung