KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Palácio gigante do Parlamento no centro de Bucareste

Um edifício com 12 andares, 270 metros de comprimento e 245 metros de largura, 48 metros visíveis acima do solo e 15 metros escondidos abaixo. Não é fácil encontrar um edifício maior que o Palácio do Parlamento em Bucareste. Quando o ditador romeno Nicolae Ceauşescu ordenou a construção desta estrutura extremamente luxuosa, uma grande parte do centro histórico de Bucareste teve que arcar com as consequências. Um bairro inteiro, estádio, igrejas, conventos e sinagogas foram derrubados para dar espaço à estrutura.

Quando o edifício foi construído, toda a economia do país prestou serviços ao palácio. Tudo foi construído com materiais 100% romenos. Toda a produção de mármore foi usada para o palácio durante a construção, e as lapides para os mortos deveriam ser feitas de outros materiais, como madeira. Atualmente, o palácio abriga o parlamento romeno, mas nem isso é o suficiente para enchê-lo. Assim, o edifício serve para outras funções e é frequentemente usado como um centro de conferências. A ala oeste do edifício abriga o Museu Nacional de Arte Moderna.

O Palácio do Parlamento
O Palácio do Parlamento

Bucareste

Aritmética inspiradora

Quando falamos da construção do Palácio do Parlamento, os números são assombrosos. O desenho e construção do edifício envolveram 700 arquitetos e 20.000 trabalhadores. Apenas materiais romenos foram permitidos na construção, incluindo um milhão de metros cúbicos de mármore, 3.500 toneladas de cristal, 700.000 toneladas de aço e bronze, 900.000 metros cúbicos de madeira de 200.000 metros quadrados de tapeçarias. O resultado é uma construção gigantesca que se iguala às pirâmides de Gizé em termos de volume. O lugar possui aproximadamente 1.000 quartos e incontáveis salões, corredores, escadarias monumentais e nada menos do que 40 elevadores. A superfície total da área é de 340.000 metros quadrados.

Assim, o Palácio do Parlamento é o segundo maior edifício do mundo, estando o Pentágono Americano em Washington em primeiro lugar. De acordo com o Guinness Book of World Records, o palácio não é apenas o mais pesado, mas também o edifício mais dispendioso do mundo. A pequena parte aberta ao público é luxuosamente decorada. Enormes lustres de cristal, mosaicos e brilhos de folhas de ouro de todos os ângulos – prata e ouro foram até bordados nas cortinas.

Teto suntuosamente decorado

Um ímã para celebridades

Apesar de todo seu ouro e cristal, o palácio já foi descrito como um grande bolo de casamento Stalinista. Mas isso não impediu ninguém de usá-lo para conferências internacionais, casamentos prestigiosos, filmagens ou desfiles de moda. As celebridades em especial têm uma fraqueza pelo palácio. Michael Jackson terminou uma coletiva de imprensa aqui com um moonwalk, e depois apareceu na sacada e gritou “eu te amo, Budapeste” para surpresa dos fãs. A cantora Shakira também cantou aqui e os apresentadores do ‘Top Gear’ correram pelos túneis do subsolo para mostrar o quão imenso é o edifício.