KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Huaca Pucllana: ruínas da cidade

Pirâmides e templos centenários no coração da cidade: não é necessário viajar até as montanhas dos Andes para aprender sobre as antigas civilizações do Peru. A própria Lima abriga um grande número de ruínas, ou “huacas”, vestígios de civilizações que antecederam os Incas. Essas ruínas estão espalhadas sobre a cidade: Huaca Pucllana reside no coração do moderno distrito de Miraflores.

Miraflores abriga muitas empresas, hotéis, restaurantes e bares. Dificilmente é o lugar onde se esperaria encontrar ruínas antigas, contudo é o lugar onde o tesouro histórico de Huaca Pucllana pode ser encontrado. Construídas há cerca de 1.500 anos, como um centro cerimonial, essas ruínas foram somente escavadas recentemente. Arqueólogos continuam a descobrir artefatos antigos: recentemente foi encontrada uma múmia. A grande pirâmide e os edifícios antigos de tijolos criam um forte contraste com o ambiente moderno. À noite, as ruínas são maravilhosamente iluminadas. É um destino encantador para jantar no restaurante do local.

Jogos sagrados

As primeiras pedras de Huaca Pucllana foram colocadas no século V d.C., cerca de mil anos antes do começo da construção de Machu Picchu pelos incas. Huaca Pucllana significa “lugar sagrado para jogos”, portanto, essa área provavelmente era o local em que rituais de jogos foram realizados. A população original viveu nesse local durante 300 anos até que o povo Wari conquistou a cidade. Esse sagrado complexo chegou a ser de 16 hectares, com aproximadamente 44 templos. Apenas uma pequena parte foi escavada e 7 pirâmides e vários monumentos menores podem ser vistos.

As cidades antigas mais famosas, como Machu Picchu e Caral, foram construídas com grandes blocos de granito, mas esse não foi o caso de Huaca Pucllana. Os monumentos foram construídos com barro e tijolos artesanais. Olhe atentamente e você vai notar que os tijolos foram colocados um pouco inclinados. Isso não significa uma construção malfeita; os construtores antigos assentaram os tijolos desta forma intencionalmente para que fossem resistentes a terremotos. O fato de que esses templos sobreviveram durante 1.500 anos confirma o nível de seu conhecimento.

Jantando nas ruínas

À noite, as ruínas são maravilhosamente iluminadas. É um cenário encantador para jantar no restaurante do local. Escolha uma mesa na área externa ou no salão, maravilhosamente decorado com obras de arte indígena. De quase todas as mesas você terá uma bela vista das impressionantes ruínas enquanto aprecia a culinária peruana de alto nível. Experimente o ensopado com camarão e quinoa, preparado com queijo fresco e pimenta.

Jantar com vista para as ruínas

Créditos das fotos

  • Jantar com vista para as ruínas: Margalit Francus, Flickr