KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Intramuros: a cidade murada de Manila

O bairro antigo de Manila é Intramuros – palavra latina que significa “dentro dos muros”. No século XVI, Manila tornou-se capital das Filipinas e centro administrativo do domínio colonial espanhol. As guerras e revoluções deixaram suas marcas; muitas igrejas barrocas e palácios foram destruídos, e o muro está parcialmente reduzido a ruínas. Entretanto, a área ainda emana uma atmosfera colonial.

Intramuros é um bairro planejado com uma grade retilínea de ruas, grandes praças e um palácio de governo monumental. Os muros da cidade, com metros de espessura, e o forte, com dezenas de canhões, foram construídos para controlar a população rebelde. Ao longo da turbulenta história de Manila, o bairro foi reduzido a escombros em várias ocasiões, especialmente durante a Segunda Guerra Mundial. Apesar disso tudo, ainda continua sendo um lugar encantador para se mergulhar na história colonial da cidade. Selecionamos três destaques da cidade murada de Manila.

A Catedral de Manila

A 8ª catedral de Manila

A catedral atual é a oitava reencarnação da primeira catedral de Manila, que foi construída aqui em 1581, com bamboo e folhas de palmeira. Um tufão, um incêndio na cidade, vários terremotos e bombardeios destruíram a capital, ao longo do tempo. A catedral atual foi construída na década de 1950 e foi elevada a basílica em 1981 pelo Papa João Paulo II.

+ Ler mais

Veja no mapa

Manila Cathedral, Plaza Roma, Intramuros, Manila

Onde o herói nacional Rizal morreu

Os espanhóis governaram Manila por mais de três séculos. Os chineses, japoneses e norte-americanos também marcaram presença aqui. Todos agiam de dentro do imponente Fort Santiago. Este lugar tem uma grande importância histórica para o povo filipino, pois seu herói nacional José Rizal ficou preso no forte e lá passou seus últimos dias. O Santuário de Rizal (Rizal Shrine) é um museu dedicado a este defensor da liberdade.

+ Ler mais

Fort Santiago

Veja no mapa

Fort Santiago, Heroes Square, Intramuros
A Igreja de San Agustín

A Igreja de San Agustín, única sobrevivente

A Ordem Espanhola Agostiniana foi rápida em começar a converter ao catolicismo a população recém colonizada de Manila. A primeira igreja dentro da cidade murada foi construída em 1587 e incluía um mosteiro. A construção barroca apresenta um retábulo ornado, púlpito, balcão do coro e afrescos em trompe l’oeil. A Igreja de San Agustín é a única construção de Intramuros que sobreviveu à Batalha de Manila, no fim da Segunda Guerra Mundial.

+ Ler mais

Veja no mapa

The San Agustín Church, General Luna Street, Intramuros

Créditos das fotos

  • A Igreja de San Agustín: suronin, Shutterstock