KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Klein Curaçao: viagem de um dia ao paraíso

Praticar snorkel nas águas azuis-turquesa entre tartarugas e golfinhos. Procurar conchas na arrebentação. Relaxar em uma rede debaixo de uma palmeira. Mergulhar entre recifes de corais coloridos e cavernas submersas. Comer peixes frescos com os pés na areia. Passear ao longo de uma praia tropical em uma ilha desabitada. Tudo isso parece um sonho transformado em realidade? Em Klein Curaçao, todos podem brincar de Robinson Crusoé.

Um banco de areia plano com um farol em perigo de desmoronamento, algumas barracas de pescadores, um navio naufragado enferrujado e uma simples tenda com algumas espreguiçadeiras e guarda-sóis palapa. À primeira vista, parece que isso é tudo o que há em Klein Curaçao. Porém, a pequena ilha é um destino de viagem de um dia muito popular. Os visitantes nem se incomodam com a viagem de barco instável de duas horas para chegar ao destino. Por quê? “Klein”, como os habitantes locais se referem à ilha, tem uma das praias mais deslumbrantes do Caribe. É, sem dúvida, o lar dos locais de mergulho e prática de snorkel mais bonitos em todo o arquipélago ABC.

Circundando a ilha em uma hora

Klein Curaçao nem sempre foi desabitada. Essa pequena ilha de 2 km2 já foi o lar de pescadores e cabras que costumavam pastar nos campos verdes. Também era um local popular de nidificação para os pássaros. A mineração de fosfato desgastou o solo; atualmente, somente pequenos arbustos e palmeiras crescem aqui.

As principais atrações da ilha são muito fáceis de encontrar. No centro da ilha encontra-se um farol centenário. Suba os degraus de madeira da escadaria em espiral até o topo. 20 metros acima do solo, você terá uma vista fabulosa da pequena ilha. A construção está em ruínas, então, suba ao seu próprio risco. Há também algumas sepulturas de escravos que datam da época da Companhia Holandesa das Índias Ocidentais.

Um pouco distante da costa de onde sopra o vento há um tipo diferente de cemitério: esse é o local de descanso final do enferrujado navio-tanque de óleo venezuelano Maria Bianca Guidesman, que afundou na década de 1960. Desde então, a mãe natureza está lentamente tomando conta do barco: atualmente, apenas a popa e a ponte ainda permanecem na arrebentação.

Um passeio ao redor da ilha leva um hora. Após o passeio, há muito tempo para relaxar na maior praia de areia do país.

“O navio-tanque de óleo está gradualmente sendo tomado pela natureza: somente a popa permanece de pé”

Nadando com tartarugas e arraias-manta

A verdadeira atração de Klein Curaçao não está em terra, mas no mar. No caminho até a ilha, também é possível observar alguns peixes-voadores e grupos de golfinhos. Mas ao entrar na água você descobrirá os tesouros verdadeiros escondidos sob a superfície. As águas calmas e cristalinas ao longo da praia a sotavento estão repletas de tartarugas marinhas e arraias-manta que cruzam o mar como espaçonaves. Um pouco mais adiante há um recife intacto com corais-cérebro, corais-cifre, anêmonas do mar oscilantes e esponjas amarelas. Há vários peixes coloridos, desde o Gramma loreto de duas cores ao baiacu-espinho, arlequins divertidos manchados e peixes-borboleta de quatro olhos. Um barco pequeno transporta mergulhadores para os melhores locais.