KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Mestres do paisagismo

O Yuyuan Garden é um exemplo primoroso do paisagismo chinês. O jardim clássico no coração de Xangai apresenta formações de pedra e água desenhados com máxima precisão, de acordo com os princípios do Feng Shui. A assimetria organizada e o uso alternado dos elementos fazem o jardim parecer muito maior do que é. Os pavilhões, pontes em zigue-zague e os muitos refúgios criam um jardim agradável para ser explorado.

O Yuyuan Garden foi criado há aproximadamente 400 anos pelo funcionário público Pan Yanduan. Além dos 50 pavilhões, terraços e torres típicos de jardins da época da dinastia Ming, ele adicionou vários elementos surpreendentes. Por exemplo, a Exquisite Jade Rock. De acordo com a lenda, esta pedra hexagonal desgastada foi destinada ao imperador no norte da China. Depois de um naufrágio no rio Huangpu Jiang, a pedra ficou em Xangai e foi perfeitamente adicionada ao jardim.

Um dos pavilhões do Yuyuan Garden
Um dos pavilhões do Yuyuan Garden

Xangai

Paisagismo chinês

Tradicionalmente, os jardins chineses eram criados por escritores, estudiosos e aristocratas. Funcionários públicos de alto-nível encomendavam estes jardins como refúgios privados, onde depois de um dia de trabalho poderiam aproveitar para trabalhar em sua arte, como caligrafia ou pintura. A ideia era fazer um jardim que evocasse o vasto mundo natural. Assim, as vistas, canteiros de flores e linhas retas estavam fora de cogitação. O desenho do jardim era um desafio devido à limitação de espaço e falta de capital. Por causa da falta de dinheiro, o Yuyuan Garden demorou 28 anos para ficar pronto. Porém, o resultado foi muito recompensador. Passeie pelas trilhas para explorar os segredos do jardim. Usando a imaginação, as formações rochosas se tornam montanhas, os bambus e pinheiros viram florestas intocadas e os lagos representam os mares do mundo. As pedras no jardim devem ser simples e ásperas, com pequenos buracos. Quando a água bate nas pedras, os buracos criam respingos em todas as direções. As folhas e flores mudam de cor a cada estação, assim o jardim possui muitos aspectos diferentes.

“"Não há um lugar de onde tudo pode ser visto, o jardim deve ser descoberto aos poucos"”

Ritos de chá na água

A casa de chá mais antiga de Xangai está próxima à entrada do Yuyuan Garden: Huxinting Teahouse. O acesso à casa de chá não é comum; o visitante precisa cruzar uma ponte em zigue-zague por cima do lago. De acordo com crenças tradicionais, espíritos malignos podem seguir os visitantes. Estes espíritos só se movimentam em linhas retas, assim não poderiam seguir alguém em uma ponte em zigue-zague. Entre relaxado na casa de chá para experimentar um dos muitos chás chineses. Guarde seu apetite para um delicioso lanche no mercado local. É melhor estar com fome quando visitar as muitas barracas de iguarias chinesas, como bolinhos ao vapor e macarrão com carne ao molho de soja.

+ Ler mais

Veja no mapa

Anren Street, Xangai, China