KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Oslo para os amantes da arte moderna

Embora Oslo seja uma cidade pequena com uma população de apenas 600 mil habitantes, ela contém muita arte; não só existem dezenas de galerias, mas também cerca de 50 museus e exposições, que variam desde Edvard Munch aos navios vikings e ao Prêmio Nobel da Paz. Porém, os fãs da arte moderna também não precisam ficar desapontados: com a inauguração do Astrup Fearnley Museum, Oslo exibe agora mais uma atração de excelência.

A maioria dos museus tem um preço baixo de entrada. Alguns museus, inclusive o Museu de Arte Moderna e o Stenersen Museum, até mesmo têm entrada franca aos domingos. Em vez de pagar pelo ingresso de cada museu separadamente, você também pode comprar o Oslo Pass (NOK 270 por 24 horas, cerca de 33 euros), que lhe permite entrar em dezenas de museus. Observe que vale a pena planejar sua visita com antecedência, já que a maioria dos museus abre de meio-dia às 16h, e muitos fecham às segundas-feiras.

Oslo: uma cidade com um grande conteúdo de arte
Oslo: uma cidade com um grande conteúdo de arte

Oslo

O Astrup Fearnley Museum de Renzo Piano

O veleiro de vidro de Renzo Piano

Depois do Teatro de Ópera da cidade, o maior orgulho de Oslo é o Astrup Fearnley Museum, projetado por Renzo Piano. Este renomado arquiteto projetou o Centre Pompidou em Paris e The Shard em Londres e dirigiu a reforma completa da Potsdamer Platz em Berlim. A construção futurística de 80 milhões de euros brilha sobre o Fiorde de Oslo, com seu telhado de vidro construído como uma vela de três mastros. A arte também é algumas vezes muito explícita, abrangendo do irreverente Blow Job de Jeff Koons aos genitais pré-operatórios de Damien Hirst.

+ Ler mais

Veja no mapa

Astrup Fearnley Museet, Strandpromenaden 2, Tjuvholmen, Oslo

Os tesouros do multimilionário Stenersen

Ao longo de sua vida, o ricaço Rolf Stenersen reuniu uma prestigiosa coleção de arte norueguesa modernista, realista e de vanguarda, de 1850 a 1970. Com sua morte, ele legou 300 pinturas e centenas de esboços e desenhos à Cidade de Oslo. Estas obras, junto com duas outras coleções particulares, podem agora ser admiradas no Stenersen Museum perto de Aker Brygge. As vedetes são as obras de Edvard Munch, Ludvig Karsten e Amaldus Nielsen.

+ Ler mais

Arte no Stenersen Museum

Veja no mapa

Stenersenmuseet, Munkedamsveien 15, Sentrum, Oslo
Museu de Arte Moderna em Oslo

Arte moderna numa caixa-forte de banco

A rígida fachada de um antigo prédio de banco de modo algum revela o pequeno mas encantador museu que existe por trás, cheio de arte do pós-guerra. Na área externa, no Bankplassen, uma grande instalação chamada Shaft, de Richard Serra, está pouco a pouco ficando enferrujada, enquanto o interior art nouveau de granito e mármore abriga uma coleção rotativa de 5 mil obras e exposições temporárias renovadoras. Há também uma loja de museu bem organizada e um agradável café. O ingresso é válido para outros três Museus Nacionais.

+ Ler mais

Veja no mapa

Museum de Arte Moderna (Museet for Samtidskunst), Bankplassen 4, Sentrum, Oslo

Créditos das fotos

  • O Astrup Fearnley Museum de Renzo Piano: Nic Lehoux, Astrup Fearnley Museum
  • Arte no Stenersen Museum: Geir Arne Brevik, Flickr
  • Museu de Arte Moderna em Oslo: Morten Thorkildsen/Innovation Norway, Visitnorway.com