KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

As casas de ópera de Praga

Praga é uma cidade que respira literatura, arte e, acima de tudo, música. Em Praga, nasceram dois dos maiores compositores do mundo, Antonín Dvořák e Bedřich Smetana. Mozart também tinha uma relação especial com Praga. Sua ópera Don Giovanni estreou na cidade, e ele escreveu uma sinfonia especialmente para o público de Praga.

Nos séculos 18 e 19, a música clássica floresceu na cidade conhecida como o conservatório da Europa. Mas as óperas e orquestras sinfônicas foram fechadas durante o período comunista por serem consideradas elitistas. No início dos anos 1990, com a queda da Cortina de Ferro, Praga recuperou sua vocação musical. As melodias dos grandes mestres voltaram a ser tocadas nas belas casas de ópera da cidade: a Casa Municipal, o Teatro Nacional e a Ópera Estadual de Praga.

Teto do Staten Theater

Mozart, o encantador das multidões

A belíssima Casa Municipal faz parte da história de um dos maiores gênios da música: Wolfgang Amadeus Mozart. O compositor era mais popular em Praga do que em sua cidade natal, Viena, onde sua ópera Le Nozze di Figaro foi proibida por ser considerada muito subversiva. Quando encenada em Praga, essa mesma ópera foi aclamada justamente por seu viés político. Mozart conduziu a première mundial de Don Giovanni em 1787, e essa ópera continua sendo parte da programação da Casa Municipal.

+ Ler mais

Veja a localização no mapa

Estates Theatre, Ovocný trh 1, Prague, Czech Republic

O orgulho da cultura tcheca

O Teatro Nacional, com seu magnífico teto dourado, é um importante símbolo da identidade nacional tcheca. Muitos moradores de Praga queriam construir um novo teatro como símbolo da cultura tcheca em meados do século 19, mas os governantes de Viena eram contrários à ideia. Apesar disso, a população arrecadou fundos para lançar a pedra fundamental do Teatro Nacional. O primeiro espetáculo, em 1883, foi a ópera Libuse, escrita pelo famoso compositor tcheco Smetana. Atualmente, o teatro tem uma variada programação de óperas e balés.

+ Ler mais

Símbolo da cultura tcheca

Veja a localização no mapa

National Theatre, Ostrovní 225/1, Prague, Czech Republic

O State Opera

A Ópera Estadual de Praga

A belíssima Ópera Estadual de Praga fica perto da Praça Venceslau. O público pode assistir a óperas, espetáculos de balé e concertos no belíssimo auditório em estilo rococó. Embora a programação inclua obras de nomes famosos, como Tchaikovsky, Rossini e Donizetti, obras menos conhecidas também são encenadas, como a La Bohème de Ruggero Leoncavallo. Em agosto e setembro, é realizado um festival em homenagem a Verdi, e no período natalino a programação da casa de ópera é totalmente dedicada aos concertos clássicos.

+ Ler mais

Veja a localização no mapa

Prague State Opera, Wilsonova 4, Prague, Czech Republic

Créditos das fotos

  • Teto do Staten Theater: Truus, Bob & Jan too, Flickr
  • O State Opera: Igor Matic, Shutterstock