KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Refeições rápidas e saborosas em Milão

Os italianos são amantes da boa comida e dedicam bastante tempo ao seu almoço. Esse é um bom momento para discutir aspectos importantes da vida, como família, arte, filmes, comidas e vinhos. Apesar de os italianos serem entusiastas de vinhos e jantares, há também deliciosos lanches rápidos para saborear em Milão. Você poderá comer um delicioso panini ou panzerotti e voltar rapidamente a explorar a cidade.

Se na noite anterior você tiver jantado fora no estilo italiano – um antepasto seguido de uma massa, um prato de carne, uma sobremesa e um café expresso – um simples sanduíche no almoço pode ser exatamente o que você precisa. Em Milão, a tradição de passar horas no almoço está se perdendo, de certa maneira, devido às pressões com relação ao tempo. Um número cada vez maior de lojas e empresas resistem a fechar as portas no horário do almoço por horas, por isso seus funcionários comem sanduíches e saladas. Mas isso não significa que os italianos perderam o gosto pela boa comida.

Um sanduíche com azeitonas e mozzarela
Um sanduíche com azeitonas e mozzarela

Milão

A arte do sanduíche

Do lado de fora, o Bar della Crocetta parece tipicamente italiano, com um toldo simples e letras decorativas na parede. Embora o interior seja igualmente modesto, o menu é um caso a parte. O toldo deste restaurante no centro antigo da cidade exibe o slogan "Dove il panino è arte", que significa: "Onde o sanduíche é uma forma de arte". O que não é exagero: é possível escolher entre nada menos que 100 tipos de sanduíches com coberturas que variam de diferentes tipos de presunto a carne de veado selvagem, de peixe a queijo e de ovos e cogumelos a legumes frescos. O restaurante tem um ambiente informal e o serviço é muito atencioso.

Sandwíches em De Santis

Garçons italianos

Queijo de cabra temperado com manjericão, alcachofras marinadas e mussarela fresca: esses são apenas alguns dos muitos ingredientes deliciosos que você pode usar para rechear os finos sanduíches caseiros oferecidos. O De Santis é um restaurante de almoço típico italiano com paredes rebocadas de maneira rústica, lâmpadas art déco e uma barra pesada, marrom-escuro. Aqui, o seu sanduíche é servido em uma tábua de madeira, mas os atenciosos garçons italianos podem envolvê-lo em um guardanapo para que você possa levá-lo para viagem, sem problemas.

Panzerotti Luini

Se você estiver nos arredores da Catedral Duomo de Milão e ainda tiver muita coisa para ver e fazer, um rápido panzerotti é a solução ideal. Um panzerotti é comparável a um pequeno calzone de pizza (uma pizza dobrada e selada), mas é feito de uma massa mais macia e frita. O Panzerotti Luini faz esses sanduíches fritos desde 1940. Não se preocupe com a longa fila que se forma na hora do almoço, pois os funcionários trabalham muito rápido. Antes que você perceba você será o primeiro da fila com um sanduíche delicioso e quentinho em suas mãos.

“O Panzerotti Luini faz esses sanduíches fritos desde 1940.”

Créditos das fotos

  • Sandwíches em De Santis: Juan Seguí Moreno, Flickr