KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Relaxando num mar de rosas

De onde vêm as novas variedades de rosas? Pergunte às pessoas no International Rose Test Garden em Portland, no alto do morro com vista para a cidade. É onde são testadas as novas variedades de rosa. Mas, para os habitantes de Portland, este é também o local favorito para piqueniques – ou para pedidos de casamento.

A cada ano são concedidos prêmios para as melhores rosas novas durante o City of Portland Gold Medal Awards (Prêmio Medalha de Ouro da Cidade). As variedades indicadas ao prêmio são julgadas com base em sua força, resistência às pragas, cor, pétalas, folhas, forma e perfume. As vencedoras são expostas no Gold Medal Garden. Há também uma seção do jardim dedicada às rosas em miniatura.

Um mar de rosas
Um mar de rosas

Portland, OR

A primeira do seu tipo

Portland tem uma longa tradição em rosas. Em 1888, Georgiana Burton Pittock, a esposa de um proeminente editor, deu início a uma exposição – numa tenda em seu jardim. Com amigos e vizinhos, ela formou a Portland Rose Society. Essa associação de apaixonados por rosas abriu em 1917 o atual “jardim de testes”, que é hoje o jardim de rosas mais antigo dos Estados Unidos.

O jardim faz parte do Washington Park, um oásis verde no alto de um morro longo e estreito, com vista sobre a cidade e seus arredores. Com tempo bom, as vistas são espetaculares e é possível ver até Mount Hood. De perto, você pode admirar as 7 mil roseiras de cerca de 550 variedades diferentes. As roseiras têm um longo período de floração, de abril até outubro. A exibição mais magnífica de cores e perfumes ocorre em junho, quando as roseiras atingem sua maturidade máxima.

A vista de Mount Hood
Um chafariz de jardim

Shakespeare

Um dos lugares mais populares no jardim é o Shakespeare Garden (Jardim de Shakespeare), criado por doação do LaBarre Shakespeare Club. O clube pensou que seria bom reunir em um só lugar todas as ervas, árvores e flores que desempenham um papel nas peças de Shakespeare. Especialmente as árvores se desenvolveram magnificamente. Mas elas criaram tanta sombra que muitas variedades originalmente plantadas não conseguiram sobreviver. Naturalmente, existem também rosas nessa parte do jardim, de variedades que receberam o nome de personagens das peças de Shakespeare.
Shakespeare também gostava muito de rosas

Créditos das fotos

  • Shakespeare também gostava muito de rosas: Patrick M, Flickr