KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

O segredo da natureza mais bem guardado de Ruanda

Ruanda não é especialmente conhecida como um destino de safári. Búfalos, leopardos e elefantes podem ser visto aqui, mas rinocerontes e leões não existem mais na região (embora esteja em curso a reintrodução destas espécies). Como não se encontram aqui os Big Five, muitos frequentadores de safáris não levam muito a sério o Parque Nacional de Akagera. Injustificadamente, já que o parque tem uma incomparável reserva de vida silvestre.

Akagera é menos famoso que os Parques Nacionais de Masai Mara e Serengeti no Quênia e na Tanzânia, países vizinhos. Mas, com um pouco menos de animais silvestres para se ver, é também bem mais calmo aqui. Sem engarrafamentos de barulhentas Land Rovers, cheias de gente que disputa um lugar para flagrar um instante de um leão roncando ou de uma girafa ruminando folhagens. Um safári em Akagera significa viajar sozinho ou apenas na companhia de um guarda florestal. Tome seu tempo para procurar manadas de elefantes da savana e búfalos-cafre, e você talvez até consiga avistar um leopardo perseguindo uma presa.

Zebras e babuínos no parque de Akagera
Zebras e babuínos no parque de Akagera

Kigali

Safári individual em Akagera

O Parque Nacional de Akagera abrange uma área de 1.200 quilômetros quadrados no leste de Ruanda. É composto em sua maior parte pela savana, mas também tem lagos, campos, colinas e pântanos de papiro. O parque abriga grandes manadas de zebras, todo tipo de antílope, babuínos-anúbis, macacos-vervet verdes, graciosos felinos serval, hienas pintadas e chacais listrados. Também vale a pena fazer um safári noturno, nem que seja só para ver o galago-gigante-marrom ou o pequeno moholi, um primata com olhos negros esbugalhados e grandes orelhas de abano.



O parque nacional também exibe uma variedade de habitantes que atraem uma grande quantidade de pássaros. Aqui você encontrará quase 500 espécies diferentes de pássaros canoros, aves aquáticas e aves de rapina, incluindo espécies raras e em risco de extinção, como o belo Gonolek Papyrus e a cômica cegonha bico-de-sapato. O número de visitantes é relativamente pequeno, portanto você tem a garantia de ver mais animais silvestres que os turistas em geral.

“À noite, aviste o pequeno moholi, com olhos pretos esbugalhados e grandes orelhas de abano”

Um safári a apenas 3 horas de Kigali

Uma acomodação no estilo Out of Africa (Entre Dois Amores)

Um número menor de visitantes também significa uma seleção mais modesta de acomodações: na verdade só existem 2 opções. O Akagera Game Lodge, na ponta da savana, oferece 80 quartos e suítes, um restaurante e uma piscina refrescante com vista para o Lago Lhema. O pequeno e novo Ruzizi Tented Lodge proporciona aos visitantes uma experiência real de “Out of Africa” (no Brasil, “Entre Dois Amores”). Até 20 hóspedes podem se acomodar nas nove tendas luxuosas de safári com pisos de madeira, camas king-size, banheiros e varandas com vistas deslumbrantes da natureza ao redor.