KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Esquiando na Suécia, o paraíso de inverno

Os suecos estão entre os esquiadores mais entusiasmados do mundo, e o país já produziu muitos campeões mundiais. A Suécia possui mais de 200 regiões de esqui, do sul (mesmo dentro da cidade de Estocolmo) até acima do Círculo Ártico. A maioria das estações de esqui está preparada para receber esquiadores alpinos, praticantes de snowboard e esquiadores de fundo. Uma coisa é certa: haverá neve, muita, muita neve.

A paixão dos suecos por esqui significa que os destinos mais famosos de esqui como Sälen e Åre estão sempre com lotação esgotada com meses de antecedência. Mas felizmente a temporada de esqui é bem longa: na Lapônia ela vai de outubro a maio. Porém, ao contrário dos Alpes, esquiar na Suécia pode facilmente ser combinado com outras atividades de inverno, desde caminhadas com raquetes de neve e pesca no gelo a passeios em snowmobile e trenós puxados por cães. Passeios organizados de um dia inteiro de duração são também muito populares: você pode sair cedo, pela manhã, viajar de ônibus por algumas horas, passar a tarde esquiando e depois voltar para Estocolmo ao anoitecer. Aqui estão três dos melhores lugares para esquiar.

A Suécia é o paraíso dos esquiadores
A Suécia é o paraíso dos esquiadores

Estocolmo

Romme Alpin, a maior área de esqui na Suécia do Sul

Diversão de inverno em 28 pistas de esqui: Romme Alpin

Romme Alpin em Dalarna é a maior estação de esqui da Suécia e ainda fica relativamente perto da capital. Mesmo os esquiadores mais ousados vão aproveitar este resort. As duas montanhas ostentam 13 elevadores e 28 pistas de esqui, que abrangem desde agradáveis pistas verdes às arrepiantes pistas pretas. A estação de esqui é perfeita para um dia de tour ou uma viagem de fim de semana saindo de Estocolmo. Outra opção é passar a noite na pista de esqui no Ski Lodge, em uma mini suíte com sauna privativa. Todo ano em março, a estação de esqui sedia a maratona de esqui de fundo (cross-country) mais antiga do mundo, a Wasaloop, com 90 quilômetros de extensão.

+ Ler mais

Veja no mapa

Romme Alpin, Koppslahyttan 111, 781 98 Borlänge

A melhor estação de esqui do mundo: Åre

Se dependesse de Årenaren, os Jogos Olímpicos logo viriam para a cidade: esta estação de esqui na Suécia Central foi 6 vezes candidata a sede, mas ainda não conseguiu trazer a chama olímpica para casa. O resort sediou vários campeonatos mundiais, e a revista inglesa de viagens ‘Condé Nast Traveller’ apontou Åre como a melhor estação de esqui do mundo. Esta estação de esqui oferece 46 teleféricos e 108 pistas de esqui, incluindo 5 pretas e 11 pistas não alisadas (ungroomed). É possível passar a noite num hotel design ou até em um iglu. Åre é a única estação de esqui escandinava onde o ambiente après-ski vai até o amanhecer.

+ Ler mais

Estação de esqui de padrão internacional: Åre

Veja no mapa

830 13, Åre

Riksgränsen: esqui fora da pista e heliesqui

A estação de esqui mais fria: Riksgränsen

A 200 quilômetros acima do Círculo Ártico, Riksgränsen oferece 18 pistas de esqui alisadas (groomed) e 15 pistas não alisadas (ungroomed). Esta não é a maior estação de esqui da Suécia, mas com certeza é a mais fria: as temperaturas normalmente caem abaixo de 50. A primeira neve cai em meados de setembro e não derrete até junho. Perto do dia mais longo do ano, as pistas de esqui ficam abertas até tarde, de modo que todos possam esquiar sob o sol da meia-noite. A viagem a partir de Estocolmo é linda: uma viagem de 24 horas de trem, a bordo do Norrland-train, cruzando um espetacular paraíso de inverno, leva você diretamente para a porta de entrada do Hotel Riksgränsen, a única hospedagem da área.

+ Ler mais

Veja no mapa

981 94, Riksgränsen

Créditos das fotos

  • Romme Alpin, a maior área de esqui na Suécia do Sul: Marcus Linder, Flickr
  • Estação de esqui de padrão internacional: Åre: Jakob Krantz, Flickr
  • Riksgränsen: esqui fora da pista e heliesqui: Jörgen Nybrolin, Flickr