KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Igreja de St. Michael: o símbolo de Hamburgo

A cidade de Hamburgo exibe muitas grandes igrejas, mas a Igreja de St. Michael se destaca de todas as demais. “Michel”, como os habitantes de Hamburgo afetivamente se referem à igreja, pode ser vista de quase qualquer ponto da cidade. Esse símbolo de Hamburgo tem 132 metros de altura – aqueles que fizerem o esforço de subir até o alto do campanário serão recompensados com uma vista espetacular de Hamburgo e do porto.

Navegando pelo Lago Alster ou passeando pelas ruas do centro de Hamburgo, é impossível deixar de notar o telhado verde-menta da Igreja de St. Michael. Também é difícil ignorar seu som! Todos os dias, às 10h e às 21h, o famoso trompetista de “Michel” toca um solo de trompete do alto do campanário. Uma visita à igreja é imperdível e há muito a explorar. Siga a escada em caracol para admirar o maior campanário da Alemanha, ouça a impressionante música de órgão e descubra as criptas misteriosas.

Um cenário de paz no Rio Elba

A Igreja de St. Michael é uma das mais lindamente localizadas em Hamburgo, com uma vista sobre o porto, o Rio Elba e o centro da cidade. Mas este lugar também foi marcado pelo infortúnio: “Michel” é a terceira igreja a ser construída no local. A igreja original, do século XVII, foi destruída por uma forte tempestade de raios, e a segunda igreja pegou fogo durante os trabalhos de restauração em 1906. Logo depois, teve início a construção da igreja atual.

Quando você entrar na igreja, não deixe de olhar para cima: uma imagem de cobre retrata o Arcanjo Michael que protege o portal. A igreja barroca tem 5 órgãos em vários pontos. Aqueles que visitarem a igreja ao meio-dia se depararão com uma apresentação musical de 15 minutos no órgão principal.
 
Para uma vista panorâmica completa de Hamburgo, suba os 453 degraus para o mirante. O carrilhão é um ponto de repouso bem-vindo a meio caminho do topo; o maior relógio da Alemanha apresenta o famoso Jahrtausendglocke (sino do milênio). É ótimo subir a torre à noite para admirar as milhares de luzes cintilantes que iluminam a cidade.

+ Ler mais

Órgão na Igreja de St. Michael

Veja no mapa

Igreja de St. Michael, Englische Planke 1, Hamburgo

O Rio Elba visto da igreja de “Michel”

“Pessoas famosas, entre as quais o filho do compositor Bach, estão enterradas nas tumbas da catedral”

Descendo para a cripta

Aqueles que não gostam de altura podem descer para as criptas abaixo da igreja. De 1762 a 1817, muitos membros de famílias ricas de Hamburgo, da comunidade da igreja e das guildas foram enterrados nessas criptas, como o famoso compositor Carl Philipp Emanuel Bach, filho de Johann Sebastian Bach. Um dos órgãos da igreja pode ser admirado na parede dos fundos da igreja.

Créditos das fotos

  • O Rio Elba visto da igreja de “Michel”: Chris Zielecki, Flickr