KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Iguarias de rua

Os moradores de Hong Kong são loucos por comida. Você pode visitar um dos 11 mil restaurantes dessa metrópole a qualquer hora do dia. Hong Kong também é uma meca para todos os tipos de guloseimas — de pastéis de Belém a enroladinhos de cebolinha chineses ou fedorentos sorvetes de durian.

A culinária de Hong Kong reflete influências de todas as partes do mundo, e as guloseimas não são exceção. Muitas padarias se especializam em apenas algumas iguarias, e os moradores de Hong Kong não se importam em fazer um desvio para obter seus bolos favoritos. As pessoas atravessam com prazer a fronteira com Guangzhou para obter uma perfeita “torta da esposa”, já que esse doce foi inventado ali. Felizmente, ninguém é obrigado a ir tão longe visto que há guloseimas diferenciadas em qualquer esquina de Hong Kong.

As pessoas comem tortas da lua em setembro e outubro
As pessoas comem tortas da lua em setembro e outubro

Hong Kong

Panificação em Hong Kong

Há uma grande variedade de produtos de panificação em Hong Kong. Através de Macau, os portugueses apresentaram ao Extremo Oriente os seus pastéis de Belém — tortinhas com uma borda crocante e um recheio de creme macio. A padaria Tai Cheon Bakery de Hong Kong agora faz centenas dessas delícias todos os dias, que ficam ainda mais saborosas se consumidas ainda quentinhas. Essa é uma padaria muito famosa — dizem que o último governador britânico era um de seus frequentadores. Geralmente há uma fila do lado de fora, o que é sempre bom sinal.

Nas proximidades, também são feitas muitas tortas da esposa. Essa guloseima típica cantonesa é recheada com pasta de amêndoa e abóbora-d’água. São adicionadas cinco especiarias à massa e, para surpreender as papilas gustativas, os pães são polvilhados com sementes de gergelim. Depois, há os famosos bolos abacaxi, que não contêm essa fruta — a crosta deles é que se assemelha a um abacaxi, daí o nome. O sabor é divino, em parte graças à combinação de dois tipos de massa.

Bolo de ovos

Qualquer hora é hora de sobremesa

De bolos em camadas complexas a doces simples — os moradores de Hong Kong não se cansam de doces. Um lanche popular é o caldo de cana, disponível em várias lanchonetes. Essa bebida açucarada é fabricada em moinhos antiquados a partir dos talos de cana. De acordo com os chineses, o caldo de cana fica mais saboroso depois de uma refeição picante. Um lugar altamente recomendado para sobremesas doces é Hui Lau Shan. O que começou como uma loja de ervas fora do centro da cidade tornou-se um império com 52 filiais. O cardápio é composto por muitas sobremesas, e a manga doce é encontrada em tudo, de sorvetes a pudins.

Outras frutas são encontradas na Lucky Dessert, que também tem várias lojas. Eles usam em sua gelatina uma fruta chamada durian, que tem um cheiro terrível, mas um sabor divino. E, por falar em gelatina: A Kei Kee Dessert prepara as maiores sobremesas com ela. Copos enormes são enchidos com cubos de gelatina, frutas misturadas e leite condensado. As porções são tão grandes que talvez seja melhor nem jantar.

Panqueca com doce de manga