KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Levando as crianças para Vicky, o Viking

Uma viagem tranquila de barco saindo de Estocolmo leva à cidade viking mais bem preservada da Escandinávia, localizada na pequena ilha de Björkö, no Lago Mälaren. Parte do que torna Birka tão fascinante são as ruínas e o vasto cemitério, sem mencionar as incontáveis atividades para crianças, de tiro com arco e flecha a velejar em um barco viking.

“Birka é um dos exemplos mais completos e mais bem preservados de um centro comercial viking do início da Idade Média”, afirma a UNESCO, organização das Nações Unidas, sobre o motivo pelo qual Birka faz parte da lista de Patrimônios da Humanidade. As ruínas da cidade mais antiga da Suécia podem ser vistas na pequena ilha de Björkö (a duas horas de barco de Estocolmo). Fundada em 790, foi um próspero centro de comércio por dois séculos e depois abandonada em torno do ano 980. Foi então escavada a partir de 1931, e é atualmente com razão uma atração turística muito popular.

Um Patrimônio da Humanidade apropriado para crianças: a cidade viking de Birka
Um Patrimônio da Humanidade apropriado para crianças: a cidade viking de Birka

Estocolmo

Prata da Arábia e pérolas da Rússia

Em livros e filmes, os vikings são sempre retratados como bárbaros grosseiros e assassinos, mas as escavações em Björkö mostram um aspecto diferente da vida viking. Birka foi um dos centros de comércio mais prósperos da Europa, onde os artesãos produziam artigos de vidro, roupas e joias, enquanto a prata da Arábia, pérolas da Rússia e peles de foca da Lapônia chegavam de navio ao porto. Na ilha vizinha de Adelsö, a partir do povoado de Hovgården, o Rei Viking Björn governou seus mil súditos. O povoado foi abandonado em fins do século X. Depois disso, Birka caiu em esquecimento e só foi “redescoberta” um milênio mais tarde.


As crianças não se entediarão rapidamente aqui. Guias vestidos a caráter dão informações e explicações sobre as ruínas, inclusive sobre a fundação de um forte e as ruínas de um muro da cidade. No museu, encontram-se achados arqueológicos e maquetes que dão uma ideia da vida e dos tempos dos contemporâneos de Vicky, o Viking. Em parte da ilha, barcos e casas de madeira foram reconstruídos, onde ferreiros, tecelões e fabricantes de instrumentos fazem demonstrações e também se encenam batalhas e outros eventos.

“O Rei Viking Björn governou seus mil súditos a partir do povoado de Hovgården”

A ilha de Björkö

De barco até a ilha viking

Há várias maneiras de se chegar a Björkö. A forma mais fácil é ir numa excursão de barco (de maio a setembro), o que lhe proporciona cerca de três horas na ilha. Não é preciso se preocupar com o tédio, pois a verde Björkö é também perfeita para um passeio nos bosques ou um mergulho refrescante no lago. Há também um restaurante com comida, bebidas e uma área externa com mesas.

A verde Björkö

Créditos das fotos

  • A ilha de Björkö: AleGranholm, Flickr
  • A verde Björkö: Britt-Marie Sohlström, Flickr