KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Tête d’Or, um parque nada comum

Seja no auge do verão ou no meio do inverno, uma visita a Lyon não está completa até que você faça uma caminhada pelo Parc de la Tête d’Or. Este parque de 120 hectares é um dos maiores da França e possui uma grande variedade de atividades e atrações. Quantos parques tem o orgulho de dizer que possuem carrosséis clássicos, zebras e plantas carnívoras?

Assim que passar pelo portão de entrada folheado a ouro, perceberá que o Tête d’Or, ambientado em um antigo pântano na margem do rio Rhône, não é um jardim luxuoso e sim um parque de tamanho considerável. Avenidas largas atravessam gramados espaçosos e o lago central, com suas ilhas, é tão grande quanto uma lagoa mediana. Corredores, ciclistas, patinadores e locais para piquenique – este é o local aonde os moradores locais vão para relaxar; este é o lugar perfeito para se misturar com os nativos da região.

A entrada do parque foi construída em 1857
A entrada do parque foi construída em 1857

Lyon

Plantas e animais exóticos

Não parece ser coincidência que uma cidade de fortes tradições culinárias (e cozinhas altamente calóricas) tenha um parque que faça você querer brincar. Os largos gramados invocam a mesma energia que o Central Park, também construído em 1857. Uma maneira excelente de explorar o parque é com as Vélo’V, as bicicletas da cidade que você encontra estacionadas em quase todas as esquinas de Lyon. Ou desfrute de um passeio de barco a remo, pedalinho ou em uma das divertidas bicicletas com guarda-sol para famílias.

As atrações mais conhecidas do Tête d´Or são os jardins de rosas, o zoológico e o jardim botânico – a entrada é gratuita nestes locais. O Jardin Botanique é especialmente encantador, com um belo laranjal e estufas monumentais do século 19. A estufa mais antiga, a Serre Hollandaise, abriga uma grande coleção de plantas carnívoras. O jardim também hospeda plantas mais amigáveis, como as vitórias-régias.

Visitantes que preferem a fauna podem visitar o histórico zoológico. Assim como o restante do parque, o zoológico foi construído há mais de 150 anos e abriga elefantes, zebras, tigres, leopardos e anacondas. Há alguns anos, uma savana africana foi adicionada, dando espaço para que centenas de animais convivam livremente.

+ Ler mais

Veja no mapa

Parc de la Tête d'Or 69006 Lyon
Vitórias-régias no Jardin Botanique

Diversão para as crianças

Além do zoológico, o Tête d’Or oferece muitas outras atrações destinadas às crianças. Visite os 2 carrosséis clássicos com figuras pintadas à mão, os karts e balanços à moda antiga e os barcos elétricos que você pode navegar sozinho. Outra atração inesquecível é o teatro de marionetes do parque, o Théâtre de Guignol. O personagem Guignol, um dos principais personagens de teatro de marionetes da França, foi criado por volta de 1800 em Lyon.
O zoológico gratuito La Tête d’Or abriga girafas