KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

A antiga Ágora de Atenas

A Ágora era o coração vibrante da antiga Atenas – o “ponto de encontro” de toda a atividade comercial e social. Era onde Sócrates filosofava, onde a democracia foi inventada, na latrina pública, e onde, 2 mil anos atrás, o primeiro shopping center foi construído. Caminhe entre as ruínas da fascinante história da Ágora de Atenas.

Os habitantes de Atenas reuniam-se na praça principal da Ágora não só para comerciar, mas também para realizar eleições democráticas, representações teatrais, competições esportivas, desfiles militares e eventos religiosos. A praça era decorada com esculturas, monumentos e chafarizes e cercada pelos edifícios públicos da cidade: o parlamento e o senado, o tribunal, a casa da moeda, os templos e a igreja onde o Apóstolo Paulo pregou o evangelho.

O primeiro shopping center do mundo

Da mesma forma que a maioria das ruínas de outras cidades, a Ágora em Atenas é um pouco confusa. Pode ser complicado orientar-se entre as construções e difícil de imaginar como as coisas eram há 2 mil anos. A Stoa de Átalo, originalmente construída pelo Rei Átalo II de Pérgamo, cerca de 150 a.C., requer o menor esforço de imaginação. A colunata de pedra calcária e mármore tem 20 metros de largura, 115 metros de comprimento e 2 andares de altura. A construção era um mercado com 42 pequenas lojas – o primeiro shopping center do mundo – e era o maior edifício da Grécia Antiga. No século 3 d.C., a stoa foi completamente destruída quando os hérulos invadiram Atenas. O prédio foi reconstruído na década de 1950 e abriga hoje o Museu da Ágora.

“A colunata de 20 por 115 metros servia de centro comercial”

Arcada na biblioteca

A planta baixa da Ágora

Uma maquete no museu dá ideia das formas e funções das construções no entorno. Só resta a fundação da Stoa de Zeus, onde Sócrates expunha seus ensinamentos filosóficos. É o caso também de outras construções, tais como o Bouleuterion (onde os 500 membros do senado se reuniam) e o Tholos circular (a sede do governo). Realizavam-se concertos no Odeon, e a casa do poço era usada para banhos. O único edifício que ainda é reconhecível é o Hephaisteion: é o templo mais bem preservado da Grécia Antiga.

Bustos da Grécia Antiga no museu

Créditos das fotos

  • Bustos da Grécia Antiga no museu: Ciarán Ryan, Flickr