KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

O Bund: o "golden mile" de Xangai

O calçadão à beira do rio, O Bund é o ‘golden mile’ de Xangai. Esta cadeia de edifícios bancários coloniais, consulados e hotéis é o local favorito dos habitantes de Xangai. O caráter histórico do Bund contrasta bruscamente com os arranha-céus de Xangai do outro lado do Rio Huangpu Jiang.

O calçadão na beira do rio começa no Monumento dos Heróis – homenagem aos nacionalistas que lutaram pela liberdade de Xangai – e é composto de fachadas históricas, incluindo estilos góticos, barrocos, neoclássicos e renascentistas. É um ótimo local para fotografar e observar pessoas. Dependendo da hora, podem ser encontrados todos os tipos de pessoas: a população local realizando seu ritual diário de tai chi, crianças empinando pipas e empresários usando ternos. É lindo passear à noite pelo Bund e admirar os arranha-céus lindamente iluminados do outro lado do rio.

Edifícios iluminados ao longo do Bund
Edifícios iluminados ao longo do Bund

Xangai

Viagem arquitetônica no tempo

Bund significa ‘cais ao longo da costa lamacenta’. Este nome foi dado pelos ocidentais – os chineses ainda chamam a costa de Waitan. O primeiro edifício no estilo europeu ao longo do Bund foi construído em 1843. Desde então, muitos consulados, bancos e hotéis foram construídos, particularmente no estilo Índia-Oriental, ou seja, no estilo ocidental. Este estilo recebeu esse nome pela ‘jornada’ que precisava fazer: estilos ocidentais chegavam até o Oriente apenas através da Índia. No final do século 19, arquitetos começaram a combinar os estilos modernos com os estilos tradicionais chineses, como podemos ver no Palace Hotel e no antigo Russian-Chinese Bank. No início do século 20 a Art Deco apareceu, e tanto o 1948 Bank of Communications quanto o Peninsula Hotel são um belo exemplo disso. Visite o bar externo no último andar para uma vista fabulosa dos diversos estilos do Bund.

Há sempre alguma coisa para fazer no Bund
O horizonte mais fotografado de Xangai

A melhor vista panorâmica

Até 1990, a costa leste do rio Huanpu Jiang – cruzando o Bund – permaneceu relativamente tranquila, mas depois se tornou a vista panorâmica mais fotografada da cidade. Os arranha-céus brilhantes do bairro comercial de Xangai são bastante disputados entre as fotografias dos turistas. Eles formam um contraste impressionante com os edifícios históricos de menos andares no Bund. Desde 2014, Xangai se orgulha de ter o segundo maior arranha-céu do mundo: a Shanghai Tower. Apenas o Burj Khalifa em Dubai é mais alto. Na mesma costa leste também se encontra a icônica Oriental Pearl Tower, o Shanghai World Financial Center – apelidado de ‘o abridor de garrafas’ – e a histórica Jin Mao Tower. Todos estes edifícios oferecem belas vistas da cidade e do Bund, mas nada supera o panorama das torres vistas por trás do Bund.