KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

O centro do mundo

Quito, a capital de um país que recebeu seu nome por causa da linha do Equador, fica no Hemisfério Sul. Porém, está a menos de 20 quilômetros da linha que divide os Hemisférios Norte e Sul. O local onde o cientista francês Charles-Marie de La Condamine determinou a (mais ou menos) precisa localização do Equador está agora marcado por um grande monumento: La Mitad del Mundo, o centro do mundo.

Embora as modernas técnicas de mensuração tenham determinado que a linha real do Equador passa a cerca de 240 metros mais ao norte, o monumento da Mitad del Mundo continua sendo uma atração popular. O monumento é parte de um complexo de lojas e atrações às margens da pacata cidade de San Antonio de Pichincha. A cidade fica muito animada aos domingos e feriados, quando sedia uma feira semanal com música e dança.

Museu etnográfico

O Museu de Etnologia

O monumento de 30 metros de altura – coroado por um globo de metal – abriga um museu etnográfico que mostra os diferentes grupos étnicos do Equador. Sua visita começa por uma subida de elevador até o topo, de onde você desce uma escada até o museu. Você também pode visitar uma série de pavilhões, um para cada país que participou da expedição do século XVIII para definir a localização do Equador. Se seu tempo for curto, escolha visitar o pavilhão francês, que é extremamente interessante. Por fim, existe a Fundación Quito Colonial, uma representação em miniatura das cidades equatorianas de Guayaquil, Cuenca e Quito.

É esse o lugar do Equador?

A linha evasiva do grau zero

Seja onde for a localização mágica da latitude 0° 0' 0", certamente ela não fica no lugar do monumento. Mas, considerando os recursos e ferramentas limitados durante aquela expedição, é um grande feito que eles só tenham errado por algumas centenas de metros. Hoje, a maior parte dos visitantes simplesmente usa um GPS integrado em suas câmeras ou celulares para andar até à localização exata do Equador. Mas este método também não é 100% confiável. 


O argumento de que o vizinho Museo Intiñan fica sobre a localização exata do Equador tampouco foi confirmado até agora. Mas o lugar é perto o suficiente para que cada um possa realizar vários experimentos únicos. O mais famoso demonstra o chamado efeito Coriolis: quando você derrama água sobre uma esfera ao norte do Equador, a água flui no sentido horário, e ao sul do Equador, ela fluirá no sentido anti-horário. Outro fato interessante é que sobre o Equador seu peso será um pouco menor que em qualquer outro lugar do planeta.

Equilíbrio perfeito sobre a linha do grau zero

Créditos das fotos

  • Museu etnográfico: Eric Schmuttenmaer, Flickr
  • Equilíbrio perfeito sobre a linha do grau zero: Eric Schmuttenmaer, Flickr