KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

A joia de Montréal

O Mont Royal é para onde os moradores de Montréal vão em busca de ar fresco e lindas caminhadas, para fazer esqui cross-country no inverno e piqueniques no verão. Este é o melhor lugar da cidade para aproveitar a vida ao ar livre, praticar esportes ou simplesmente devanear. Do centro da cidade, tome qualquer rua que suba a colina. Todas acabam no cume de 233 metros de altura, com vistas maravilhosas da cidade.

Inaugurado em 1876, o parque foi projetado pelo arquiteto paisagista Frederick Law Olmsted, famoso por seu projeto do Central Park em Nova York. Em 1860, a maior parte da montanha havia sido devastada por madeireiros, para desgosto da população. Quando a área foi declarada parque urbano, Montréal ganhou uma verdadeira joia, e até hoje o parque é um destino muito popular.

O pôr do sol visto do Mont Royal
O pôr do sol visto do Mont Royal

Montreal

Para o alto

O Mont Royal na verdade tem 3 cumes, mas o mais alto e mais conhecido é o Mont Royal Summit. Várias trilhas de caminhada levam ao mirante deste cume. Os caminhos de 6 a 7 quilômetros de extensão sobem muito suavemente, tornando a caminhada muito fácil. De Peel Street, você pode subir por uma trilha sinuosa conhecida como a “serpentina”. Outra opção é subir de bicicleta. Olmsted Road é uma ciclovia larga que começa no monumento de George-Étienne Cartier, na Park Avenue, e vai até o topo da montanha. Os que preferirem evitar o desafio atlético podem também tomar o ônibus 11 para o mirante. O ônibus parte da estação de metrô Mont-Royal.


Uma referência na montanha, a cruz de 30 metros de altura é lindamente iluminada à noite. Isto é um memorial à cruz de madeira que foi colocada no local em 1643 pelo fundador de Montréal, o Governador Paul Chomedey.

Natureza no coração da cidade

“Os habitantes de Montréal orgulham-se de sua “montanha”, que eles afetuosamente chamam de “La Montagne””

Belos cemitérios

Há dois grandes cemitérios no lado norte do Mont Royal: Cimetière Mont-Royal e Cimetière Notre-Dame-des-Neiges. O primeiro é o lugar do repouso final de pelo menos 200 celebridades canadenses. O cemitério data de 1852 e é um oásis de paz e um paraíso para a observação de pássaros. Quase tão antigo quanto o Cimetière Mont Royal, o Cimetière Notre-Dame-des-Neiges é o maior cemitério canadense – mais de um milhão de pessoas estão aí enterradas. Seu projeto baseia-se no famoso cemitério de Père Lachaise de Paris. Na entrada você pode pegar um folheto, um bom guia para um passeio pelos lugares mais bonitos do cemitério.

Cimetière Notre-Dame-des-Neiges
Vista fantástica do Mont Royal
Patinação no Beaver Lake

Relaxando no Beaver Lake

Beaver Lake, ou Lac aux Castors (Lago dos Castores), é o lugar favorito de muitos habitantes de Montréal. No verão, este é o domínio de velejadores e banhistas, mas assim que as temperaturas caem e o duro inverno canadense chega, Beaver Lake se transforma num paraíso de patinação. De dezembro a março você pode patinar sobre o rinque. Ele fica muito movimentado nos fins de semana, por isso vá durante a semana, para evitar a multidão.

Créditos das fotos

  • Cimetière Notre-Dame-des-Neiges: meunierd, Shutterstock
  • Patinação no Beaver Lake: zalgon, Flickr