KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

A cidade alta medieval de Zagreb

A parte alta de Zagreb fica bem no topo de uma colina sobre a cidade. Uma visita a esta parte medieval da cidade é literalmente um ponto alto. Enquanto a cidade baixa é animada e movimentada, a cidade alta vive em paz e sossego.

Quem gosta de mergulhar na história de Zagreb vai apreciar a visita à cidade alta e aos seus muitos museus. Por toda a parte existem vestígios do passado turbulento da cidade. A entrada é pelo único portão medieval remanescente da cidade, e há um pequeno santuário onde os moradores rezam e acendem velas. No coração da cidade alta situa-se a Praça de São Marcos. A principal atração da praça é a Igreja de São Marcos, do século XIII, conhecida por seu telhado de cores vivas.

A Igreja de São Marcos
A Igreja de São Marcos

Zagreb

Museus a uma curta distância

Dos vários museus que ficam na cidade alta de Zagreb, há dois que valem especialmente a visita. O Museu Croata de Arte Naive possui uma coleção de 1.500 obras de artistas que se libertaram de todas as convenções da pintura, criando cenas bizarras do cotidiano em cores vivas. Para uma experiência diferente e emocionante, visite o Museu dos Relacionamentos Desfeitos (Museum of Broken Relationships), a menos de dois minutos de caminhada. Observe dezenas de artefatos comuns, cada qual com uma história sobre um relacionamento desfeito. A coleção põe em evidência que o amor nos deixa com lindas memórias, mas também com outras de partir o coração.

O Museu dos Relacionamentos Desfeitos

O funicular: patrimônio cultural da cidade

O Funicular de Zagreb é um trenzinho azul-cobalto, de 120 anos de idade, que liga a cidade alta à cidade baixa de Zagreb. Uma viagem nesse divertido trem urbano dura apenas 64 segundos para subir 66 metros; mesmo assim é utilizado por cerca de 750 mil passageiros por ano, para subir e descer a encosta do morro. Ainda em sua condição original, o funicular é o meio de transporte mais antigo de Zagreb e um monumento cultural protegido.

O funicular azul-cobalto
A Torre do Ladrão na Cidade Alta

Mirante com tiros de canhão

Para as melhores vistas da cidade baixa de Zagreb, suba a Kula Lotrščak (a Torre do Ladrão). A torre fica na estação alta do funicular e fazia parte das antigas fortificações da cidade velha. Toda noite, um sino tocava para anunciar o fechamento do portão da cidade, para repelir os ladrões – daí a origem do nome. No século XIX, acrescentou-se um quarto piso à torre e instalou-se um canhão no topo. Desde então, um tiro de canhão é disparado da torre todos os dias ao meio-dia.

Créditos das fotos

  • O Museu dos Relacionamentos Desfeitos: Mike Raanhuis, iFly KLM Magazine
  • O funicular azul-cobalto: Mike Raanhuis, iFly KLM Magazine
  • A Torre do Ladrão na Cidade Alta: Mike Raanhuis, iFly KLM Magazine