KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

O sultão e seu harém

O Palácio Topkapi domina a extremidade do cabo onde está localizada a velha cidade de Istambul. Por mais de 400 anos, este foi o centro simbólico e político do Império Otomano. O palácio, que já foi casa do sultão e seu harém, é agora um belo museu. O palácio, que possui vários edifícios, lindos pátios e jardins esplêndidos, é aberto ao público.

O Palácio Topkapi foi construído entre 1460 e 1478 para ser a principal residência de Mehmet, o Conquistador de Constantinopla. O edifício é uma versão de pedra dos campos de tendas dos Otomanos nômades. Ao passar pelo portão de entrada com suas torres brancas, você é inserido no mundo dos sultões otomanos. A cozinha possui uma grande coleção de porcelana chinesa, que foi trazida à Turquia através da Rota da Seda. Por uma tarifa adicional, você também poderá visitar os aposentos das mulheres que faziam parte do harém do sultão.

O Palácio Topkapi no cabo de Istambul
O Palácio Topkapi no cabo de Istambul

Istanbul

As mulheres do sultão

Vale a pena visitar o harém do palácio, com seus mais de 400 quartos que abrigavam as mulheres do Sultão, as escravas e as crianças. Há uma tarifa adicional para visitar esta parte do palácio, por isso, o lugar costuma ser bastante tranquilo. Os lindos quartos, com tetos altos e paredes elegantemente decoradas com azulejos coloridos, dão a impressão de que as mulheres viviam com conforto. Infelizmente, este não era o caso para a maioria dos outros habitantes do local. Muitas mulheres do harém, que foram trazidas da Geórgia ou do Cáucaso, ou que foram capturadas nas cruzadas europeias, viviam em condições perigosas e nada higiênicas.
As mulheres que eram convidadas à cama do sultão recebiam privilégios especiais. Se elas conseguiam ter um filho dele, subiam de nível e recebiam seu próprio aposento. O quarto do sultão, com uma enorme cama com dossel, é um dos quartos mais bonitos do harém.

O quarto do sultão no harém
O pátio na entrada do harém

Uma coleção de tesouros

Durante seu reinado de 470 anos, os sultões acumularam uma enorme coleção de tesouros. A coleção de porcelana chinesa da cozinha do palácio não se compara a nenhuma outra no mundo fora da China. A Celadon, a porcelana china mais antiga, possui uma cor verde jade. Os otomanos a adoravam porque acreditavam que ela neutralizava venenos na comida. As túnicas usadas pelos sultões ainda estão muito preservadas porque, depois que um sultão morria, seus pertences eram cuidadosamente guardados em bolsas vedadas. Aprecie a linda túnica de Mehmet II, em exibição no Hall of the Campaign Pages, que costumava abrigar os armários do palácio.

Créditos das fotos

  • O quarto do sultão no harém: Anibal Trejo, Shutterstock