KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Os encantos de Arikok

A reserva natural de Arikok cobre quase um quinto de Aruba e abriga praticamente toda a fauna e a flora do país em uma paisagem cheia de lindas formações rochosas vulcânicas. O parque nacional também reúne diversas atrações históricas.

Nesta parte da ilha, a primeira coisa que chama a atenção são as montanhas escarpadas, resquícios de antigas erupções vulcânicas. O parque de 34 quilômetros quadrados também abriga vários outros tipos de rochas, incluindo pedra calcária, corais fossilizados e rochas vulcânicas com quartzo verde, e duas das montanhas mais altas da ilha: a Jamanota (188 metros) e a Arikok (176 metros), que dá nome ao parque.

A herança de Aruba

O parque abriga diversas ruínas históricas, como desenhos dos Índios Caquetío nas rochas de Cunucu Arikok e na Fontein Cave. Se você examiná-los de perto, reconhecerá o curioso pássaro que aparece no logotipo do parque. O parque também abriga alguns assentamentos históricos, como as antigas plantações de Aruba. No local, os visitantes podem ter uma boa impressão da dificuldade enfrentada pelas famílias que viveram neste local desafiador. Limitadas pelo ambiente, elas construíram casas com adobe, uma mistura de barro e palha. Quando essa técnica de construção estava quase sendo extinta, os administradores do parque reconstruíram diversas casas de barro típicas de Aruba em Cunucu Arikok e perto de Plantation Prins. Em Masiduri, os visitantes também podem ver uma exposição sobre a babosa, a planta medicinal que já foi um dos produtos de exportação mais importantes de Aruba no início do século 20.

Desenhos nas rochas na Fontein Cave
Conchi, uma piscina natural

O lugar mais bonito de Aruba

Na costa norte de Aruba, há diversas baías, chamadas de bocas. Essas impressionantes cavernas escarpadas foram moldadas pelo vento e pela água, o que pode ser comprovado pelas altíssimas dunas nas praias de areia branca. Boca Prins e Dos Playa são baías lindas, mas Conchi é de longe a mais popular de todas. Só é possível chegar nessa piscina natural a pé, de camelo ou com um veículo de quatro rodas. A própria trilha de chegada já é uma aventura e a recompensa é chegar neste lugar belíssimo.

Créditos das fotos

  • Desenhos nas rochas na Fontein Cave: Bas Bogers, Flickr
  • Conchi, uma piscina natural: pizzatrain11, Flickr