KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

O tropical Parque Nacional Soberania

O mundo verde tropical do Parque Nacional Soberania fica a apenas 30 minutos de viagem da Cidade do Panamá. Essa floresta é o habitat de centenas de espécies da fauna e flora e é conhecida principalmente por suas 525 diferentes espécies de pássaros. Há vários tours de dia inteiro saindo da Cidade do Panamá, mas, para sentir o verdadeiro gosto da floresta, vale a pena passar vários dias no parque e pernoitar na selva.

Vale a pena passar uma noite na selva, já que a floresta realmente ganha vida depois do pôr do sol. O silêncio é invadido por sons misteriosos, gritos de macacos e canto de grilos. Os visitantes podem escolher entre duas acomodações na floresta: o luxuoso Gamboa Rainforest Resort e Canopy Tower, menor. Este último hotel está instalado numa antiga torre de radar americana. Os quartos localizam-se bem alto acima da selva e têm uma excelente vista da floresta.

Parque Nacional Soberania
Parque Nacional Soberania

Cidade do Panamá

O corrupião de dorso amarelo no Parque Nacional Soberania

Passáros na Pipeline Road

Um dos lugares mais famosos do mundo para observação de pássaros é a Pipeline Road (Camino del Oleoduto), um caminho de 17 quilômetros de extensão, que atravessa a densa selva. Os primeiros quilômetros ainda são acessíveis a pé, mas para percorrer toda a rota, é melhor viajar de jipe. Ao longo do caminho há diversos mirantes, onde os observadores poderão usar seus binóculos para procurar jacus, udus, surucuás e cotingas pintadas, para citar apenas algumas espécies encontradas aqui. Para saber mais sobre os pássaros tropicais, visite o Panama Rainforest Discovery Center. O centro também oferece uma torre de observação de 40 metros de altura, com vistas fabulosas da floresta.

Macacos-capuchinho em Monkey Island

Uma ilha cheia de macacos

Outro destino interessante é Monkey Island, uma ilha habitada por um grande grupo de macacos-prego. Para chegar à ilha, viaje através do Canal do Panamá pelo lago artificial Gatun. Da água você já poderá avistar as típicas caras brancas dos macacos, enquanto pulam de árvore em árvore. Eles são bastante atrevidos e às vezes até pulam no barco e roubam um pedaço de laranja. Fique de olho em jacarés e crocodilos durante o passeio de barco.

Visitando uma tribo indígena

Embora a floresta seja habitada principalmente por animais, ainda há alguns indígenas que vivem na selva. Os índios Embera formam uma das sete tribos autênticas do Panamá e podem ser visitados com um guia. Viajando em um barco comprido e estreito, os visitantes seguem o curso do Rio Charges floresta adentro. Os índios costumavam se sustentar com a agricultura, mas isso passou a não ser mais permitido, desde que a floresta foi declarada parque nacional. Hoje sua principal fonte de renda é o turismo. Os índios do povoado usam trajes tradicionais e apresentam aos visitantes suas antigas tradições e estilo de vida.

Índios no povoado de Embera

Créditos das fotos

  • Índios no povoado de Embera: Anton_Ivanov, Shutterstock