KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Antiguidades em Latinerkvarteret

O nome do charmoso bairro de Latinerkvarteret deve seu nome à centenária universidade que se encontra neste bairro. Embora o nome lembre o Quartier Latin de Paris, essa área escondida no centro de Copenhague tem um caráter próprio. Além dos prédios da universidade, o Latinerkvarteret abriga várias lojas de discos estilosas, livrarias de histórias em quadrinhos e diversas boutiques de segunda mão.

O Latinerkvarteret fica localizado entre as movimentadas praças Frue Plads e Gråbrødretorv. É difícil acreditar que esse já foi um dos bairros mais pobres de Copenhague. Os fashionistas dinamarqueses frequentam as lojas de designers e as butiques estilosas especializadas em marcas antigas. Depois de ir às compras, sente-se em um dos muitos cafés aconchegantes para ter um momento de paz e tranquilidade.

Um jardim da cidade em Latiner Kvarteret
Um jardim da cidade em Latiner Kvarteret

Copenhague

A caçada por antiguidades

O melhor ponto de partida para uma tarde de compras é a Time's Up, em Krystalgade. A exigente equipe de fashionistas que dirigem essa loja especializada em peças vintage, seleciona só os melhores itens. Nas araras, é possível encontrar de criações de designers famosos a itens de origem desconhecida. As paredes exibem a maior coleção de sapatos vintage de Copenhague. Sapatos Prada de salto agulha dourados, um trench coat clássico ou um vestido típico dos anos 1950 são alguns dos itens que fazem dessa loja a "meca" do vintage.

A poucas ruas de distância, é possível encontrar acessórios originais na FN92 Vintage, na rua Larsbjørnsstræde.A loja possui uma coleção incrível de vestidos e acessórios, incluindo bolsas. Os chapéus são especialmente impressionantes. O mais antigo é um exuberante chapéu de contas pretas de 1890. Outro item excepcional é um véu de noiva com renda bordada de 1920 com tiara. É permitido experimentar os chapéus. Experimente um com penas da década de 1930 ou um de brim dos anos 1970.

Na mesma rua, você encontrará o Carmen and Fantasio, uma das mais antigas e melhores lojas especializadas em artigos vintage da cidade. Embora ocupe uma pequena adega, essa loja possui um acervo variado. Homens e mulheres podem encontrar achados dos anos 1970s e 1980s, como óculos espelhados, jaquetas de couro, sapatos vermelhos brilhosos e uma variedade de camisas floridas. A coleção é cheia de itens divertidos e maravilhosos que dão um toque especial em qualquer vestuário.

O restaurante mais antigo de Copenhague

Relaxe

Fazer compras dá fome. Há vários restaurantes agradáveis e cafés aconchegantes em Latinerkvarteret. No Det Lille Apotek, o restaurante mais antigo de Copenhague, é possível saborear deliciosos pratos dinamarqueses. Hans Christian Andersen era frequentador assíduo. Experimente o porco com couves de bruxelas, couve roxa e pão de centeio. Para tomar uma bebida, visite o moderno café Dalle Valle na praça Frue Plads. Além de um café excelente, esse local serve sucos refrescantes maravilhosos, como o de morango com hortelã e limão.

Créditos das fotos

  • O restaurante mais antigo de Copenhague: Eugene Kim, Flickr