KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Visitando a rainha

Amalienborg é a residência de inverno da família real dinamarquesa, localizada bem no centro de Copenhagen. O complexo é composto por 4 palácios e é um exemplo maravilhoso do famoso estilo rococó dinamarquês. Dois desses palácios estão abertos ao público. Amalienborg é protegido pela guarda real. A troca diária da guarda nas ruas de Copenhagen atrai centenas de espectadores.

A construção data de 1750 e foi erigida em homenagem ao 300º aniversário da monarquia. O terreno foi dado a 4 nobres que decidiram construir 4 palácios idênticos. Os edifícios foram projetados pelo arquiteto Nicolai Eigtved, e 3 palácios receberam o nome desses nobres. O quarto palácio recebeu o nome da Condessa Anna Sophie Schack, porque um dos nobres, Løvenskiold, foi obrigado a vender seu palácio.

Palácio do Rei Christian VII
Palácio do Rei Christian VII

Copenhague

A residência da Rainha

Quando a antiga residência real de Christiansborg foi destruída num incêndio em 1794, o Rei Christian VII e sua família tiveram que encontrar um novo lugar para morar. Eles se mudaram para o Palácio Moltke e o Palácio Schack. O Palácio Moltke é a ala oeste de Amalienborg e recebeu assim o nome do Rei. Atualmente é usado como residência de hóspedes e fica aberto ao público quando não há convidados hospedados. A Rainha Margrethe II vive no Palácio Schack, que forma a ala sul.

Os outros dois palácios também foram rapidamente transformados em residências reais. A ala norte é composta pelo Palácio Levetzau; o térreo abriga um museu e contém a biblioteca da Rainha Margrethe. O piso superior contém o apartamento do Príncipe Joachim. A residência do Príncipe Herdeiro Frederik e sua família fica na ala leste de Amalienborg, no Palácio Brockdorff.

Embora o Castelo de Christiansborg tenha sido reconstruído depois do incêndio, a família real preferiu ficar em Amalienborg. Desde então, o palácio tornou-se a residência oficial da família real dinamarquesa. Dois dos 4 palácios estão abertos ao público: o Palácio Levetzau e o Palácio Moltke. Em seu interior pode-se admirar as relíquias da realeza, o mobiliário exclusivo, tapeçarias e retratos. O ano inteiro há exposições especiais sobre a família real dinamarquesa.

+ Ler mais

Veja no mapa

Amalienborg Slotsplads, 1257 København K, Denmark

Amalienborg visto da praça octogonal
A troca da guarda

A troca da guarda

“Den Kongelige Livgarde” (a Guarda Real) protege Amalienborg noite e dia. Diariamente às 11h30, os guardas saem do castelo de Rosenborg e marcham pelas ruas de Copenhagen até Amalienborg, onde ao meio-dia ocorre a troca da guarda – uma cerimônia impressionante. Os guardas se vestem com uniformes de cores vivas e usam chapéus de pelo de urso. Confira se a bandeira está hasteada no Palácio Schack – isso significa que a Rainha Margrethe está em casa e que a troca da guarda será acompanhada por música.

Créditos das fotos

  • A troca da guarda: Doris Ziegeldorf, 123rf