KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

A nova cidade velha de Varsóvia

O centro histórico de Varsóvia é uma agradável exceção ao concreto comunista que define muitas cidades da Europa Central. A medieval Stare Miasto (cidade velha) é um dos destinos mais populares da Polônia. É difícil acreditar que a cidade velha quase foi perdida depois que os ocupantes alemães a reduziram quase totalmente a escombros.

O fato de a cidade velha estar em tão boa forma hoje é resultado de esforços maciços de restauração empreendidos depois da Segunda Guerra Mundial. Os alemães destruíram praticamente todos os edifícios nesta parte da cidade; apenas 15% da área sobreviveu à guerra. Mas em vez de preencher as lacunas com concreto, a cidade velha foi cuidadosamente restaurada, recuperando seu antigo esplendor. Em reconhecimento aos esforços, a cidade velha foi declarada Patrimônio Mundial da UNESCO.

Russos e alemães

Stare Miasto começou no século XIII ao redor do castelo dos Duques de Masovia, que então tornou-se o Palácio Real. Inicialmente, a cidade velha era cercada por um muro sujo que foi mais tarde substituído por um muro de pedra. Por muitos anos, o bairro desempenhou um papel central na vida da cidade. Mas, no século XIX, esta parte da Polônia, que incluía Varsóvia, foi conquistada pelo Império Russo, e Stare Miasto perdeu sua importância comercial como coração da capital. Depois da Primeira Guerra Mundial, a Polônia reconquistou sua soberania e o castelo tornou-se a sede do mais alto cargo do país – o do presidente e sua chancelaria. A autodeterminação do país teve vida curta, com a invasão alemã em 1939. Embora a Luftwaffe tenha causado danos substanciais à cidade velha, a maior parte sobreviveu; mas quando em 1944 os alemães retaliaram o Levante de Varsóvia, eles deixaram Stare Miasto em ruínas.

“Em retaliação à resistência polonesa, os alemães deixaram Stare Miasto em ruínas”

Um dia ensolarado em Rynek Starego Miasta

Em torno da praça do mercado

Rynek Starego Miasta, a animada praça do mercado central, é um bom ponto de partida para explorar a cidade velha. Visite a Catedral de St. John, que fica nas proximidades, onde os reis eram coroados e enterrados. Também dê uma olhada em Ul. Piwna, a rua mais comprida da cidade velha: pinturas e gárgulas adornam as fachadas. Conceda-se um delicioso refresco em Karmnik, o famoso bar que fica no número 4A.

+ Ler mais

Veja no mapa

Rynek Starego Miasta