KLM uses cookies.

KLM’s websites use cookies and similar technologies. KLM uses functional cookies to ensure that the websites operate properly and analytic cookies to make your user experience optimal. Third parties place marketing and other cookies on the websites to display personalised advertisements for you. These third parties may monitor your internet behaviour through these cookies. By clicking ‘agree’ next to this or by continuing to use this website, you thereby give consent for the placement of these cookies. If you would like to know more about cookies or adjusting your cookie settings, please read KLM’s cookie policy.

Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Patrimônio chinês mundialmente famoso

Há uma quantidade impressionante de patrimônio cultural na China. Distribuídos por todo o vasto país estão alguns dos maiores tesouros do mundo, tais como a Grande Muralha da China, o Exército de Terracota de Xi'an e a Cidade Proibida em Pequim (Beijing). Mas há muitos outros lugares esperando para serem descobertos pelos visitantes e arqueólogos.

Esses lugares incríveis incluem as casas coloniais de Xiamen e Xangai, as óperas de Pequim e Sichuan, mosteiros no Tibete, os Terraços de Arroz Honghe Hani e o Centro Histórico de Macau. Estes tesouros culturais farão cair o queixo de qualquer visitante. É impossível ver tudo numa única viagem – o ideal é que você venha muitas vezes para explorar a China.

Os Terraços de Arroz de Honghe Hani
Os Terraços de Arroz de Honghe Hani

Tesouros no chão

Quando em 1974 o camponês Zhifa Yang cavou um poço em seu terreno, nos arredores de Xi'an, ele se deparou com alguns cacos de cerâmica. Embora isso não tenha parecido extraordinário na época, depois os arqueólogos desenterraram nada menos que 8 mil guerreiros em tamanho natural, cavalos e armas, que estavam protegendo o mausoléu do imperador Qin ali enterrado. Cada guerreiro do mundialmente famoso Exército de Terracota de Xi'an tem uma aparência única. Eles estavam até mesmo completamente vestidos quando foram enterrados pela primeira vez. O exército ficou enterrado desde a Era Cristã. O mais impressionante é que parece que existem vários desses exércitos ainda escondidos no solo ao redor da cidade, e os arqueólogos estão usando as mais recentes técnicas para encontrá-los. O Mausoléu Yangling da Dinastia Han foi construído em torno de um exército semelhante, recém descoberto, e dá vida à história com uma projeção holográfica.
Os guerreiros mundialmente famosos de Xi'an
Jardim aquático clássico em Suzhou

Tesouros aquáticos

A predileção chinesa por jardins aquáticos é antiga e remonta pelo menos ao século XI. Os jardins aquáticos mais refinados situam-se nas cidades de Suzhou e Hangzhou, ambas perto de Xangai, onde nobres e oficiais usavam o espaço limitado de seus pátios com máxima eficácia. O desenho cuidadoso de lagos, plantas, rochas e colinas faz com que os jardins só se revelem inteiramente quando se caminha através deles. Agora abertos ao público, os jardins acolhem os visitantes com belos lagos de lótus, pavilhões de chá, árvores de bonsai e bambus. No entanto, seu aspecto mais encantador continua sendo o sublime paisagismo, uma fonte de inspiração para paisagistas de todo o Leste Asiático.

Tesouros no céu

O povo tibetano tem vivido ao longo dos séculos de acordo com os preceitos budistas, entre os picos das montanhas altíssimas, e seus templos e mosteiros podem ser encontrados nas áreas mais remotas. Os fiéis percorrem centenas de quilômetros nas peregrinações de suas casas até os templos de Lhasa – alguns prostrando-se a cada passo sobre suas mãos e joelhos. Se você visitar a capital do Tibete, poderá ver dezenas de monges de túnica laranja orando e estudando no Mosteiro Drepung, bem como no Palácio de Potala, antiga residência do Dalai Lama.
O Potala Palace, imaculadamente branco, em Lhasa

Créditos das fotos

  • Os guerreiros mundialmente famosos de Xi'an: meanmachine, Shutterstock