Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Encontro com um macaco no Zoo de Entebbe

Animais silvestres grandes e pequenos, animais noturnos, primatas, aves, roedores e répteis de todas as formas e tamanhos podem ser vistos no Uganda Wildlife Education Centre (Centro de Educação sobre a Vida Silvestre de Uganda). Este é um nome bem pomposo para o que ainda é localmente conhecido como o Jardim Zoológico de Entebbe. E se um dia no zoo não for suficiente, ainda existe a opção de passar a noite por lá, numa cabana africana, cercada por pastagens e animais adormecidos.

O zoológico abriga centenas de espécies, de leões a leopardos, búfalos, babuínos, rinocerontes e elefantes. Como em qualquer outro zoo, os animais de aparência mais excêntrica são os que fazem mais sucesso: dê uma olhada no macaco De Brazza com sua crista negra e barba branca ou na cegonha-bico-de-sapato com seu bico em forma de sapato, utilizado para engolir cobras, tartarugas e até pequenos crocodilos. Atividades especiais estão disponíveis por uma taxa adicional, como um passeio pelos bastidores ou um encontro com nosso parente mais próximo, o chimpanzé.

Uganda Wildlife Education Centre
Uganda Wildlife Education Centre

Entebe

De jardim zoológico a parque educativo

O zoo foi fundado em 1952 num lugar lindo às margens do Lago Victoria. Os colonos britânicos abriram o jardim zoológico como abrigo para os animais que estavam doentes, órfãos ou que tinham sido resgatados das mãos de caçadores e contrabandistas, e ele continua desempenhando esse papel até hoje. Nos anos 1960, o zoo também adquiriu e exibiu animais não nativos como ursos e tigres, mas ao longo de várias décadas, o número de visitantes caiu e o zoo caiu no abandono. As coisas mudaram quando o Zoológico de Entebbe, sob a liderança da New York Zoological Society, foi transformado no Uganda Wildlife Education Centre (UWEC), um cruzamento bem-sucedido entre um zoológico tradicional e um parque de safári, com foco na educação. Uma rede de caminhos e trilhas leva os visitantes por uma área de mais de 30 hectares, passando por animais e através da floresta. No caminho você também aprenderá sobre as árvores, plantas, flores e ervas e seus efeitos medicinais. O UWEC é a preparação educativa ideal para um safári numa das reservas de vida silvestre de Uganda.

“UWEC é um cruzamento bem-sucedido entre um zoo tradicional e um parque de safári”

Hiena no Zoo de Entebbe

Pernoitando no zoo

Há poucos zoos que permitem o pernoite de visitantes, e o Zoo de Entebbe é um deles. Há apartamentos e beliches baratos num dormitório, mas o mais divertido é ficar numa banda, uma autêntica cabana africana redonda de pedra, com um telhado pontudo de palha. A acomodação básica, mas adequada, é mobiliada com camas com mosquiteiros, um pequeno banheiro e uma quitinete, tudo por 25 euros por noite. As cabanas ficam no terreno do zoo, entre animais pastando pacificamente. O jantar pode ser saboreado num restaurante simples à beira d’água. O zoo é também um ponto de partida conveniente para uma viagem aos chimpanzés na Ilha de Ngamba; o barco sai do outro lado do zoo.