Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Relaxando no Golden Gate Park

Com dois museus, uma variedade de jardins e vegetação a perder de vista, a melhor descrição do Golden Gate Park talvez seja a de playground de San Francisco. Originalmente ocupado por enormes dunas de areia, a construção começou em 1871 para criar um parque que seria maior que o Central Park de Nova York. O oásis verde atrai agora 13 milhões de visitantes por ano.

O engenheiro civil William Hammond Hall e o horticultor John McLaren projetaram juntos um parque público cheio de instalações recreativas e uma enorme variedade de flora e fauna. Esta não era uma tarefa fácil, em um pedaço de “praia” bastante árida, e no entanto 60 mil árvores foram plantadas em um período de 4 anos e meio. Ao longo dos anos, o parque foi expandido e mais e mais jardins, museus e outras construções foram adicionadas.

Golden Gate Park: um oásis verde
Golden Gate Park: um oásis verde

São Francisco

O jardim de chá japonês

O tradicional chá japonês

O jardim de chá japonês é uma parte extremamente popular do parque. Este jardim foi criado originalmente para a Exposição Internacional California Midwinter de 1894 e abrange várias trilhas tortuosas, riachos idílicos, pontes japonesas e esculturas elegantes – tudo reunido em perfeita harmonia. Naturalmente existe também uma casa de chá onde o tradicional chá japonês é servido – com um biscoito da sorte.

O ponto mais alto do parque

O maior lago no Golden Gate Park é o Stow Lake, onde se pode alugar um barco ou pedalinho e fazer um passeio próprio em torno de Strawberry Hill. Essa ilha situa-se no meio do lago e deve seu nome aos morangos silvestres (strawberries, em inglês) que aí existiam. Ela é também o ponto mais alto do parque. Entre as árvores, você pode apreciar vistas deslumbrantes do parque, da Ponte Golden Gate e da cidade. A ilha pode ser acessada por duas pontes que conduzem à trilha que termina no topo do morro. Não esqueça de visitar a cascata que cai das rochas.

“Strawberry Hill oferece vistas fantásticas da Ponte Golden Gate”

O Moinho de Vento Holandês

Tulipas e moinhos de vento

Logo depois da praia, na ponta oeste do parque, situam-se duas estruturas que chamam a atenção: dois moinhos de vento em estilo holandês em meio à paisagem verde. Como o solo nessa área era muito árido, esses dois moinhos de vento eram necessários para bombear a água do subsolo para irrigar os numerosos campos gramados e jardins. Atualmente não estão mais em uso e servem basicamente para decoração. Aos pés do Moinho de Vento do Norte – também conhecido como Dutch Windmill (Moinho de Vento Holandês) – fica o Jardim de Tulipas Queen Wilhelmina, que se enche de flores em março e abril.

Várias atrações debaixo de um mesmo teto

Uma construção que chama realmente a atenção é a Academia de Ciências da Califórnia (California Academy of Sciences), inaugurada em 2008 e projetada pelo renomado arquiteto italiano Renzo Piano. A sustentabilidade foi o foco primário da construção do complexo, que exibe um “telhado vivo”: um jardim completo com cerca de 1,7 milhões de plantas.
Dentro do prédio ficam o Morrison Planetarium, Steinhart Aquarium, Kimball Natural History Museum e os 4 andares do domo da Rainforest of the World (Floresta Tropical do Mundo). Vale a pena visitar a exposição Earthquake, que simula os piores terremotos da história de San Francisco (em 1906 e 1989). Os visitantes podem reviver os tremores na Shake House: um edifício vitoriano reconstruído com vistas sobre as famosas casas coloridas (as Painted Ladies) de Alamo Square. Você pode também sentir perfeitamente a diferença entre os dois tremores. “Divertida” não parece ser a melhor palavra para descrever essa experiência, mas é definitivamente sensacional.

O telhado sustentável