Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Compras no Kirkgate Market

O famoso Kirkgate Market em Vicar Lane, no centro de Leeds, é um dos maiores mercados em recinto fechado na Europa. Com centenas de bancas cheias de alimentos frescos, cosméticos, roupas, música e bugigangas, o mercado é um destino animado no coração de Leeds. Os moradores vêm aqui para comprar mantimentos, desfrutar de uma xícara de café ou conversar com o peixeiro.

O mercado foi realizado pela primeira vez em 1822 em Briggate, uma das grandes ruas comerciais de Leeds. Depois de anos procurando um local adequado, o mercado finalmente encontrou um lar permanente em 1857, na esquina da Vicar Lane e Kirkgate. Com 35 lojas no interior e 44 bancas ao ar livre, o mercado imediatamente adquiriu renome. Em 1884, este foi o lugar onde Michael Marks abriu a Penny Bazar, a pequena loja que mais tarde se tornaria a mundialmente famosa cadeia Marks & Spencer. Hoje, ainda existe uma “banca de herança” da cadeia M&S, entre centenas de outras lojas coloridas, incluindo o Ministry of Food de Jamie Oliver.

Um mercado com apelo internacional

O sucesso do mercado deveu-se principalmente ao Sr. Tilney, o membro do conselho de Borough na época. Em 1850, ele tinha grandes planos para o mercado, prevendo um salão com apelo internacional, onde os vendedores e compradores de todo o Reino Unido se reuniam. Inspirado pelo Palácio de Cristal original construído no Hyde Park, em Londres, o mercado logo se tornou o grande orgulho de Leeds. E ainda é hoje, graças às contribuições inovadoras de arquitetos e desenvolvedores. De 1891 a 1895, um telhado de vidro em forma de cúpula foi construído para ligar o antigo prédio à nova seção. Em 1894, uma área refrigerada foi concluída, para processar o peixe fresco, e em 1899 foram adicionados um mercado da carne e um matadouro.

Percorrendo as divertidas bancas do mercado

Como uma fênix que ressurge das cinzas

Em 1975, um incêndio destruiu a maior parte da construção de aço e vidro. Não houve vítimas, mas os comerciantes tiveram que assistir seus negócios conquistados com suor queimar em chamas. Felizmente, a parte da frente de 1904 e o histórico telhado de vidro foram poupados, e depois de alguns dias de trabalho duro o mercado reabriu suas portas ao público. A estrutura abobadada original, as pedras e os pináculos na entrada foram restaurados.

O mercado continua a ser um monumento histórico. A impressionante construção no estilo eduardiano está agora na lista de "arquitetura especial de interesse histórico". Ela tem um status de construção classificado como nível 1, que o Reino Unido concede apenas às construções de extraordinária importância histórica.

O telhado do mercado municipal

Créditos das fotos

  • Percorrendo as divertidas bancas do mercado: Nicholas Smale, Flickr
  • O telhado do mercado municipal: KJG that’s me, Flickr