Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

Compras no SoHo

Nova York inteira é um paraíso de compras, mas nenhum bairro consegue misturar luxo e pechinchas, tendências e clássicos, vintage e moderno tão bem quanto o SoHo. Muitas das grandes redes, pequenas butiques e inúmeras lojas de grife estão alojadas em galpões industriais com as típicas escadas contra incêndio de Nova York nas paredes externas.

SoHo significa Sul de Houston. O bairro tem divisas com a Canal Street ao sul, a Lafayette Street a leste, a 6th Avenue a oeste e a Houston Street ao norte. O SoHo já foi o coração do mundo das artes em Nova York, mas agora quase todas as galerias se mudaram para Chelsea, de modo que a maioria das pessoas que agora visita o SoHo vai fazer compras e apreciar a arquitetura surpreendente.

As fachadas coloridas do SoHo
As fachadas coloridas do SoHo

Nova Iorque

“O SoHo é um dos bairros mais peculiares de Nova York”

Lojas e arquitetura surpreendentes

Passear pelo SoHo não é complicado. O bairro já fez parte do Cast Iron District histórico, porque o ferro fundido desempenha um papel de destaque na sua arquitetura. A mais longa fileira de prédios de ferro fundido está situada na Greene Street, no quarteirão entre a Canal Street e a Grand Street. Até os postes de iluminação aqui remontam ao início do século 19. A maioria dos prédios do SoHo sempre teve uma função comercial, principalmente na indústria têxtil, que se espalhou por todo o bairro. Até hoje, pouca coisa mudou.

Surpreendente e vintage

Uma das lojas mais apreciadas do bairro é a What Goes Around Comes Around. Estilistas e celebridades se reúnem nessa loja vintage de West Broadway em busca de um colar Chanel específico da década de 1980 ou uma bolsa Chloé de 1998. A loja também tem sua própria coleção, com base nos seus itens vintage.

Outra joia do vintage é a Legacy, na Thompson Street. Essa butique foi fundada em 1978 e tem todas as marcas de primeira linha, de Hermès a Prada. A Hat Shop encontra-se na mesma rua, onde a dona, Linda Pagan, vende seus próprios modelos de chapéus, bem como de muitas marcas conhecidas e talentos ainda não descobertos. A Prince Street fica pertinho, onde o edifício rosa brilhante do Café Borgia imediatamente chama a atenção. Esse é um bom lugar para parar para o almoço ou uma xícara de café que o ajudará a recuperar as forças. Se o tempo estiver bom, uma boa dica é sentar-se sob o toldo do terraço na calçada.

Café Borgia
As ruas do SoHo

Design para casa

Embora a maioria dos artistas tenha saído do bairro, a característica artística do SoHo ainda é visível em muitas lojas de grife. Quem gosta de decorar o lar com acessórios inusitados e interessantes se sentirá em casa aqui. A Kiosk na Spring Street estoca itens de todo o mundo, desde abridores de garrafa alemães a lâmpadas japonesas. A loja tem um certo ar de feira de rua e o convida a comprar: talvez você não precise de nada, mas vai querer levar tudo!