Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

O charme da glória passada

Parece que o tempo parou nos populares bairros de Fener e Balat. Estreitas ruas de paralelepípedo repletas de casas de madeira levam os visitantes a igrejas, mesquitas e lápides sagradas. Você irá se deparar inclusive com uma parte do muro de uma cidade bizantina do século V. Não é surpresa alguma que a UNESCO tenha declarado os bairros Fener e Balat, na histórica península de Istambul, Patrimônios Culturais da Humanidade.

O porto natural, na entrada do estreito de Bósforo, também é conhecido como Golden Horn (Chifre de Ouro). Por muitos séculos, o porto tem sido um agitado centro de comércio. Nos tempos em que a cidade ainda era chamada de Constantinopla, pescadores e fazendeiros levavam seus produtos ao porto para vendê-los aos comerciantes. Operadores portuários e marinheiros negociavam o transporte de cargas. Localizados próximos ao Golden Horn, em Fatih, os bairros Fener e Balat foram bastante beneficiados por toda essa riqueza entrante.

O histórico distrito de Balat
O histórico distrito de Balat

Istanbul

Um bairro de classe trabalhadora com passado rico

Atualmente, os moradores de Fener e Balat são predominantemente muçulmanos, mas no passado, estes bairros eram habitados por judeus e gregos. No período bizantino, um grande número de gregos se estabeleceu em Fener, já que era o lar do Patriarcado Grego e possuía uma Igreja Ortodoxa. No século XVII, a rica burguesia construiu casas de pedra com cumeeiras decoradas. Quando os judeus começaram a ocupar as velhas casas de madeira, Balat se transformou no bairro judeu da cidade.

A pesar do seu passado de riqueza, estes bairros dificilmente são um museu a céu aberto. No final do século 19, os judeus e gregos ricos mudaram de bairro e novas gerações de imigrantes de outras áreas da Turquia se estabeleceram na vizinhança. Com o tempo, o lugar se transformou em um simpático bairro de classe trabalhadora, com casas históricas, monumentos sagrados e crianças jogando bola nas ruas. Com a ajuda e fundos da UNESCO, algumas das casas e edifícios históricos foram renovados, mas muitos ainda clamam por uma minuciosa restauração.

O charme de Fener e Balat não está apenas em sua agitada ambientação turca. É a melancolia, a memória de uma era passada, o que faz desse bairro uma atração imperdível. A glória desvanecente de suas ruas é ainda mais fotogênica sob a luz do começo da manhã ou do pôr-do-sol.

O patriarcado grego em Fener
Ruelas coloridas em Fener

Típico da Turquia

Balat e Fener podem ser facilmente recorridos em uma manhã ou tarde. Faça uma pausa para desfrutar de um chá turco em Mekteb-i (Akcin Sok 3/A, Fener). Saboreie um delicioso almoço ou jantar no Tarihi Halic (Abdulezel Pasa Caddesi 117, Fener): a cobertura deste restaurante possui uma fabulosa vista do Golden Horn e serve pratos tradicionais como sopa de alho e o kebab. Caso queira desfrutar de sorvetes caseiros e de verdadeiras delícias turcas, vá ao Merkez Sekercisi (Leblebiciler Sok 33, Balat).

Sopa de alho tradicional