Parece que o seu navegador está desatualizado.
Para utilizar todas as funcionalidades de KLM.com de forma segura, recomendamos que você atualize o seu navegador ou que você escolha um diferente. Se continuar com esta versão, é possível que partes do site não sejam exibidas adequadamente, ou que nem sejam exibidas. A segurança de seus dados pessoais também é melhor garantida com um navegador atualizado.

 

O charme da Rua do Ouro

À sombra do Castelo de Praga está “Zlatá Ulicka”, a Rua do Ouro. A ruela recebeu o nome por causa dos ourives que foram aí alojados pelo Imperador Rudolf II. Conta a lenda que ele lhes ordenou que descobrissem uma substância que transformasse o metal em ouro. Na verdade, a história é muito menos excêntrica: no século XVI, essas 11 pequenas casas foram construídas na ruela para abrigar os guardas do castelo e suas famílias.

As casas multicoloridas do século XVI na Rua do Ouro estão entre os lugares mais fotografados da cidade. Durante os séculos XVIII e XIX, as casas foram ocupadas por intrusos e depois por artistas, incluindo o famoso poeta e escritor tcheco Franz Kafka (1883-1924). Ele morou por dois anos na casa azul de número 22, que era de sua irmã.

A antiga residência do escritor Franz Kafka

Uma rua cheia de nomes famosos

Conta-se que Kafka escreveu suas melhores obras aqui, inclusive seu romance "O Castelo”. Em sua antiga casa agora funcionam a livraria Kafka e um pequeno museu. As outras casas abrigam lojas de souvenires que vendem um artesanato variado. Seria difícil viver hoje nessas casas: os tetos são tão baixos que um adulto mal pode ficar de pé. Outro escritor famoso também viveu na Rua do Ouro: o ganhador do prêmio Nobel Jaroslav Seifert. E o número 14 foi outrora lar da vidente Madame de Thèbes. Ela usava suas cartas para predizer o futuro e foi presa no final da Segunda Guerra Mundial pela Gestapo depois de predizer que Hitler morreria em breve.

A Rua do Ouro no inverno

A Rua do Ouro na luz amarelo-dourada

À noite ou ao entardecer, a Rua do Ouro é ainda mais bonita que à luz do dia. A luz do crepúsculo derrama um mágico resplendor dourado sobre as pequenas casas pitorescas. Você gostaria de ver a rua de um ponto de vista completamente diferente? Então suba as escadas da casa número 24 para visitar a muralha de defesa. Aqui você encontrará uma exposição de armaduras, escudos de madeira e lanças. Há também uma sala de tortura com instrumentos de tortura antigos.

A luz dourada do entardecer

Créditos das fotos

  • A antiga residência do escritor Franz Kafka: Igor.Stevanovic, Shutterstock
  • A luz dourada do entardecer: Jelle Druyts, Flickr